setembro 30, 2005

os jovens e a crise política

Reação dos estudantes diante da crise política mostra que a juventude não está apática, mas prefere se indignar em mobilizações isoladas e pela Internet. Enquanto no Congresso os ânimos se exaltam diante da cada escândalo, envolvendo os representantes eleitos do povo, o conformismo que toma conta das ruas - a despeito de eventuais brados, faixas e cartazes - parece ser o maior efeito da atual crise política sobre uma juventude sem bandeiras. Ao contrário da ampla luta coletiva do movimento estudantil em ocasiões importantes da história brasileira, os manifestantes organizados da contemporaneidade têm reivindicado direitos e revelado indignação de forma segmentada. Muitas vezes, as ações estudantis estão mais relacionadas a causas próprias.
Pesquisas revelam o esgotamento do sentido do ativismo político convencional e descrença em relação aos meios tradicionais de se fazer política, entre a maioria dos jovens. “Essa condição afeta a capacidade de mobilização da juventude, que tem modos particulares de reagir diante de um fenômeno, marcado pela descrença, que envolve a sociedade brasileira em geral. Falar em apatia é um equívoco. Há um movimento de indignação, só que mais localizado. As participações coletivas são mais segmentadas, como reivindicações pelo passe livre.
“Estabelecendo vínculos mais flexíveis com as causas que defendem, os jovens optam pelo direito de agir sem submissão a um grupo ou a uma ideologia que venha a conduzir seu comportamento”.Jovens sem tempo ou disposição para ir às ruas encontram na Internet um meio mais cômodo para manifestar sua indignação. Fonte de informação para estudantes que acompanham a maior parte do desdobramento dos fatos em sites de revistas semanais, a rede tem permitido que muitos jovens se sintam participativos, ainda que não assumam posições definidas. “A Internet tem funcionado como um termômetro do comportamento dos jovens, que mesmo sem levantar bandeiras nas ruas, estão participando”, afirma a cientista social Ana Maria Prestes Rabelo. O crescente número de acessos ao conteúdo político dos sites, especialmente de alguns blogs, revela o poder da Internet enquanto alternativa para os jovens que não encontram a mesma oportunidade de expressão nos veículos tradicionais. “Alguns blogs ficaram famosos e se tornaram referência entre os jovens, responsáveis pelo maior número de acessos; na mídia convencional eles não encontram espaço para desabafar e questionar”, explica Ana Maria. No Orkut, poucas comunidades propõem discussões sobre a crise política e mais de 1 mil fazem referência ao mensalão, tendo o humor como principal arma de protesto contra a corrupção. “Charges e piadas também são formas de manifestação. Se isso é eficaz, cabe a pergunta: eficaz para que finalidade?”, questiona Ana Maria. http://www.divirta-se2.uai.com.br/d/pordentro.asp?codigo=560

referendo

"A desonestidade da campanha do plebiscito é fazer crer que o voto “não” é necessariamente contra o desarmamento, ou a favor do “direito de cada um defender-se como quiser” etc. A pergunta é: o que acontecerá com a vida brasileira depois de proibida a venda de armas? De saída, uma rápida observação: é permitida a venda de fuzis americanos AR-15 à população civil brasileira? Evidentemente que não. Por que, então, o Rio de Janeiro está coalhado de fuzis AR-15, nas mãos de qualquer um que puder pagar por eles? Porque essas armas existem, foram inventadas um dia pela mente humana, são fabricadas regularmente e os fabricantes fecham os olhos, fazem o sinal da cruz, pedem desculpas a Papai do Céu e entregam-nas aos contrabandistas. É exatamente o que vai acontecer com os revólveres, pistolas, espingardas e similares, em território brasileiro, com o triunfo do virtuoso “sim”. Os portadores de armas sensibilizados pela campanha do desarmamento estão se desfazendo delas - e continuariam, em número cada vez maior, sem o plebiscito. Não porque estejam sendo obrigados, constrangidos ou bloqueados pela lei. Estão sendo sensibilizados, educados pela via inteligente da dissuasão. ... No mundo encantado dos patrulheiros do “sim”, a proibição da venda de armas vai matar o desejo de comprá-las, e fazer evaporar as milhares de unidades de fabricação delas. A campanha mundial contra o tabagismo, baseada em informação sobre danos e desglamourização do cigarro, feriu de morte a indústria do tabaco. Não porque proibiu o fumante de entrar no botequim e pedir um maço de Hollywood. Mas porque mostrou a ele que não era exatamente “ao sucesso” que aquela droga o levaria. Este é o caminho inteligente, civilizado e único para o desarmamento. A dissuasão pelo esclarecimento. Mas quando os homens virtuosos estão lambuzados em suas boas intenções, não adianta pedir-lhes um dedo de prosa se for para contradizê-los. É pena". O bem está prestes a dar ao crime organizado seu grande impulso no século que se inicia. Guilherme Fiúza. ‘O Fla-Flu das armas’.
http://nominimo.ig.com.br/

pão de queijo indigesto

Decisão de Itamar Franco fez José Alencar escolher o PMR Ex-presidente da República, que pretende candidatar-se a senador nas eleições de 2006, resolve ficar no partido. Decisão foi principal motivo da ida de José Alencar para o PMR. UAI

setembro 29, 2005

Análise

"A astúcia venceu a soberba" Vitória de Aldo começou a se concretizar quando o governo conseguiu dividir o PMDB, inviabilizando Temer e fortalecendo Nonô, um candidato com menor capacidade de atração de votos. Com Aldo, o governo neutraliza as armas da oposição para tentar prolongar a crise política. A vitória no governo é, antes de tudo, a de Jacques Wagner, de Henrique Fontana, de Arlindo Chinaglia, do próprio Aldo Rebelo, assim como de Lula, que se envolveu diretamente nas articulações. Essa vitória, por um lado, neutraliza as armas da oposição para tentar prolongar a crise dos últimos quatro meses, indefinidamente. Ganhar a presidência da Câmara poderia parecer um trâmite normal em outras circunstâncias, mas depois da eleição de Severino e da crise dos últimos quatro meses é uma vitória que dá alento ao governo, no mesmo momento em que a direção do PT e alguns ministros - com destaque para Jacques Wagner - tentam retomar a iniciativa política e as CPIs parecem perder fôlego. Por outro lado, permite ao governo redirecionar a pauta do Congresso conforme suas prioridades, incluindo a reforma política, bem como recuperar o prestígio da Câmara, depois de Severino, pela condução de um de seus parlamentares. O governo se sentirá com maior blindagem, enquanto a oposição, vendo diminuir seus instrumentos de ação, deve elevar o tom de suas acusações. Voltará à situação de livres atiradores, lançando mão da oratória e do sensacionalismo. O governo ganha margem de manobra e espaço para reorganizar sua ação política, preparar-se para a campanha presidencial e tentar dar por terminada a crise. Reequilibra-se a relação de forças entre governo e oposição no plano político institucional. Resta saber o que o governo saberá fazer dessa vitória. Triunfou a astúcia contra a soberba. Emir Sader - Carta Maior, 28/09/2005.

'pensamento positivo'

Vitória de Pont pode ser ótima notícia para Lula O governo Lula precisa para estabelecer a governabilidade de um partido ativo, de campanhas públicas, com autonomia e capacidade de interlocução com os movimentos sociais e a sociedade democrática. A eventual eleição de Raul Pont à presidência do PT seria, sem dúvida, um grande passo simbólico e político para reposicionar o PT neste sentido. (Um PT renovado em sua legitimidade pública e com o diálogo enriquecido com os movimentos sociais, as comunidades eclesiais de base e a intelectualidade crítica pode ser um fator decisivo para o grande embate com o neoliberalismo no próximo ano). Juarez Guimarães. "Vitória de Pont pode ser ótima notícia para Lula". Opção Crítica. Carta Maior, 27/09/2005

Assim na Terra como no Céu

EUA: Líder republicano na Câmara renuncia após ser indiciado O líder da bancada republicana na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Tom DeLay, afastou-se da posição nesta quarta-feira, após ser indiciado por um júri no Texas por "conspiração criminosa". As acusações estão ligadas ao seu envolvimento em um suposto esquema de contribuições corporativas para as campanhas eleitorais de 2002. Doações corporativas para campanhas são proibidas no Texas.Segundo a Reuters, a acusação é que DeLay e dois de seus supostos co-conspiradores, John Colyandro e Jim Ellis, se envolveram em um esquema para a lavagem de US$ 190 mil em doações de corporações pelo Comitê Nacional Republicano (NRC, na sigla em inglês) para distribuir para os candidatos republicanos ao Legislativo do Texas. BBC

se a moda pega ...

Senado destitui último aliado de Menem da Suprema Corte O Senado argentino destituiu o último juiz da Suprema Corte do país vinculado ao ex-presidente Carlos Menem. Em uma audiência, os senadores consideraram o juiz Antonio Boggiano culpado da acusação de mau desempenho de suas funções.Boggiano foi submetido a uma espécie de impeachment por causa de 14 acusações relacionadas a três processos. BBC

setembro 28, 2005

Aldo Rebelo assume a presidência da Câmara.

Aldo Rebelo ...

Candidato do governo vence 28/09/2005 21:10:14 Fim da apuração: Aldo Rebelo recebe 258 votos e Nonô 243. Brancos foram seis e nulos dois. Ao todo, 509 deputados votaram.

PED: final

Berzoini e Pont vão para o 2º turno Ricardo Berzoini, do Campo Majoritário, e Raul Pont, da Democracia Socialista, disputarão o segundo turno das eleições internas para a presidência nacional do Partido dos Trabalhadores. A Comissão Eleitoral Nacional do PT divulgou no início da noite desta terça-feira (27) o resultado final do PED (Processo de Eleições Internas), que teve a participação de 314.926 petistas de todo o Brasil.
Para presidente, Berzoini teve 123.537 votos, ou 42%. Pont ficou em segundo, com 43.190 (14,7%).
http://www.pt.org.br/

câmara

28/09/2005 11:59:46 O candidato vice-presidente da Casa afirma que meu nome "é o caminho natural". Nonô diz que uma absoluta identidade entre Câmara e Governo não é boa para ninguém.
"a unanimidade é burra". Nelson Rodrigues

'puxando o fio'

CPI do Mensalão começa a investigar emenda da reeleição A CPI do Mensalão começa na semana que vem a ouvir envolvidos nas denúncias de compra de votos para a aprovação da emenda constitucional que criou a possibilidade de reeleição para cargos do Executivo. O primeiro a depor será Ronivon Santiago (PP-AC), que renunciou ao mandato em 1997 depois de ser acusado de ter recebido R$ 200 mil para votar a favor do governo FHC. A investigação desse episódio foi incluído no requerimento de criação da CPI por membros da base governista, que não queriam concentrar o foco da comissão apenas sobre as denúncias de compra de votos envolvendo a gestão Lula. Primeira leitura

lamentável

Pai de brasileira morta na Itália não consegue garantia do Itamaraty para trazer corpo da filha ... assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores disse que não tem recursos disponíveis para custear traslado de corpos de brasileiros que morrem no exterior. O órgão informou que não existe um orçamento especial para prestar esse tipo de atendimento. Ana Lúcia Bandeira morreu em conseqüência de uma suposta overdose de cocaína, na cidade de Gênova, neste domingo. Seu corpo foi encontrado no apartamento do ator da TV italiana Paolo Calissano, que foi detido pela polícia e levado para o presídio de Massari. Portal Uai

notizie brevi

Itamaraty sul caso Calissano 28.09.05 - Il ministero degli esteri brasiliano ha chiesto al governo italiano di essere informato sulla vicenda della morte per overdose della brasiliana Ana Lúcia Bezerra Bandeira in casa dell`attore Paolo Calissano ma, per ora, nega di voler far rimpatriare a proprie spese il corpo della ragazza.
Chiudi http://musibrasil.net/

leite de bode

Começa julgamento do fundador da Parmalat Começou nesta quarta-feira em Milão, na Itália o julgamento de Calisto Tanzi, fundador da Parmalat, a multinacional do setor de lacticínios que esteve no centro de um dos maiores escândalos contábeis dos últimos anos. O julgamento ocorre quase dois anos depois que um desfalque de 14 bilhões de euros (cerca de R$ 38 bi) foi encontrado na empresa com sede em Parma. Tanzi e os outros 15 são acusados de enganar o mercado, enganar o órgão regulador das bolsas de valores italianas e fornecer informações falsas sobre a contabilidade da empresa.

o 'pecado original'

Divergência com Jefferson vem de disputa em nomeações, diz Dirceu O deputado José Dirceu (PT-SP) afirmou nesta terça-feira que as razões de seu atrito com o ex-deputado Roberto Jefferson dizem respeito a nomeações para cargos públicos no governo federal. Em depoimento ao Conselho de Ética, o ex-ministro da Casa Civil declarou que teria se recusado a dar andamento a nomeações dos indicados pelo PTB. Segundo Dirceu, não é possível aceitar o depoimento das testemunhas com base em prejulgamentos, mas provar o que elas disseram. "O direito de defesa virou uma tentativa de postergar uma decisão, como se isso violasse as leis, quando é exatamente o contrário", disse.

'desenlaços' de família

CNJ acaba com nepotismo no Judiciário e parentes já empregados serão demitidos O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) decidiu nesta terça-feira (27/9) extinguir o nepotismo na Justiça brasileira, em todas as instâncias. A partir de agora, parentes de magistrados não mais podem ser contratados para cargos administrativos sem concurso. Aqueles que já se encontram a serviço dos tribunais, independente do tempo de trabalho, terão 90 dias para deixar os cargos, a partir da publicação de resolução a ser editada em 15 dias. ... A decisão do CNJ foi tomada em caráter administrativo e será transformada em resolução na próxima reunião do conselho, que acontece em duas semanas. Na ocasião, serão definidos os graus de parentesco aceitáveis para contratação sem concurso. ... Também o CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) decidiu dia 5 de setembro proibir o nepotismo na instituição, no âmbito federal e nos Estados. Todavia, um pedido de vista adiou a aprovação formal da proposta. Após esse voto, também será publicada uma resolução fixando o prazo de 60 dias para a demissão dos parentes de até terceiro grau que ocupam cargos de confiança.

'vigiar & punir'

..."O que importa é que a mídia esportiva está bem mais cautelosa do que a mídia política na apuração desse escândalo que, ninguém se iluda, tem o poder de esterilizar a galinha dos ovos de ouro da nossa paixão nacional. "É como na política, precisamos apurar com cuidado", alertou Aydano André Mota, do Globo e da Globo News no Redação Sportv, na manhã de segunda-feira. "Assim como não podemos acreditar no Toninho da Barcelona, não podemos acreditar em tudo o que diz o Edílson, tem que apurar a fundo", afirmou Milton Leite, no Sportv News. ... Nesse império onde o Sol nunca se põe - palavras de Armando Nogueira, do Sportv, escândalo não falta. Em qualquer continente, entre praticantes os mais tradicionais, da Inglaterra à Itália, manipulação sempre existiu. O problema é a impunidade. Desta vez - outra vez. - uma CPI, agora a dos Bingos, vai "investigar" o tal esquema aqui no Brasil. É a nova mania nacional, é ou não é? Só que, para os novatos desta mania, uma informaçãozinha: duas CPIs já investigaram as falcatruas do futebol, especialmente na CBF, e nada aconteceu, como insiste em lembrar a ESPN Brasil. E foi novamente lembrado no Linha de Passe (26/9). Aliás, a ESPN Brasil chega a ser chata de tanto que cobra transparência no futebol. Pena que a política não tenha um equivalente na TV". Marinilda Carvalho
A mídia sabe apurar. Falta querer MÁFIA DO APITO
desculpas
Condenada por um tribunal militar a soldado americana Lynndie England, uma das principais acusadas no escândalo de abuso de prisioneiros no Iraque, a três anos de prisão. ... Antes de ouvir a sentença, ela pediu desculpas às tropas da coalizão e aos detidos e suas famílias.
Foto: Um prisioneiro encapuzado, com fios elétricos atados a suas mãos e forçado a ficar de pé sobre uma caixa foi informado de que se caísse seria eletrocutado. Acredita-se que os fios não estavam, na verdade, conectados à rede elétrica. Abuso de prisioneiros iraquianos. Morte sob custódia. AP/Cortesia The New Yorker BBC Brasil

IBOPE

MULHERES E JOVENS A maioria descontente O que as mulheres e os jovens têm em comum? São os mais insatisfeitos com o governo Lula. O dado está na pesquisa CNI/Ibope, divulgada em 21/9 pela Folha de S. Paulo: ... A imprensa mais uma vez ignorou as mulheres, ao considerar importante apenas o fato de os menos escolarizados serem mais favoráveis ao governo: ... Ao ignorar o fato de que mulheres e jovens são os mais descontentes, perdeu a oportunidade de descobrir por que esse contingente – mais da metade da população brasileira e, portanto, a maioria dos eleitores – está tão descontente com o governo que certamente ajudou a eleger. Por que justamente entre as mulheres e jovens o governo está tão mal? Eleitores que, embora possam decidir uma eleição e mudar a cara do país, não parecem ter a menor importância. ... Talvez a imprensa não discuta o assunto seriamente – entrevistando os descontentes – porque sabe que, apesar do peso na hora de votar, as mulheres perdem feio para os homens na hora de serem votadas. ... É como se houvesse um acordo silencioso dos meios de comunicação para continuar mantendo as mulheres em sua situação de cidadão de segunda categoria, que não representa perigo. A mídia silencia e os partidos, obrigados por lei a reservar 30% de suas vagas para as mulheres, também fazem o jogo. Usam o fato de ter mulheres em seus quadros como marketing. ... Em minoria no Congresso, deputadas e senadoras ganham comissões que tratam de assuntos femininos, de pouco ou nenhum destaque, e acabam se transformando em figuras folclóricas quando aparecem, como no caso das CPIs. Fala-se da roupas delas, do choro, dos gritos, e pouco, muito pouco, de sua atuação enquanto representantes populares. ... O que falta, na imprensa, é a sensibilidade para perceber que os dados da pesquisa revelam mais do que o fato de o governo ter aprovação maior entre os menos instruídos – entre os quais também se incluem mulheres e jovens. Falta sensibilidade para perceber que as mulheres, há muito tempo, deixaram de ser massa da manobra dos homens. Elas trabalham, ganham dinheiro, têm cargos importantes nas empresas e começam a ter seu lugar na política. Ainda são minoria, mas não são, como tentou fazer crer a mulher de Marcos Valério, as donas de casa que deixam as decisões importantes para o marido. Falta à imprensa perceber que se essa maioria invisível resolvesse fazer uma revolução, dizendo não a um determinado perfil de candidatos, poderia mudar a cara desse país para sempre. Só não se sabe se para melhor ou para pior. Ligia Martins de Almeida. http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/
IBOPE "A pesquisa Ibope divulgada na quarta-feira 21, na série mensal feita por encomenda da Confederação Nacional da Indústria, mostra que mesmo puxado pelos adversários para o centro da crise, com o partido arrasado, e após quatro meses de notícias ruins veiculadas pelas televisões, rádios, jornais e revistas, Lula se mantém em torno do patamar histórico de 30% das intenções de voto, quando seu nome é testado para disputar a reeleição em 2006. ... É possível perceber nessa sondagem dois brasis em confronto. O “Brasil de baixo” e o “Brasil de cima”, como foi dividido pelo poeta popular cearense Patativa do Assaré. O choque de opiniões entre a população mais rica (onde Lula caiu muito mais) e a mais pobre (onde Lula caiu muito menos) é visível em todos os aspectos do questionário do Ibope, aplicado entre os dias 8 e 12 de setembro. ... Só um item quebra a continuidade dessa situação. Quando o governo Lula é comparado ao do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a situação praticamente se harmoniza entre os mais ricos e os mais pobres". Carta capital
'Tina' Uma minúscula tartaruga (espécie Trachemys decussata) com duas cabeças apareceu nas margens do rio Almendares, em Havana (Cuba), e embora os especialistas achem que o animal viverá pouco tempo, o espécime de água doce se mostra muito vivaz e com fome. Calcula-se que Tina, como foi batizada a pequena tartaruga, nasceu há pouco mais de uma semana. Um policial a encontrou no sábado, entre um monte de folhas secas, perto da unidade em que trabalha, no Bosque de Havana, segundo o jornal Juventud Rebelde. Os especialistas não sabem o que pode ter provocado o nascimento da tartaruga bicéfala. Mas não descartam que as águas poluídas do rio Almendares possam ter contribuído para isso. Cada cabeça de Tina sai de um pescoço diferente - elas se alimentam individualmente Ultimo segundo.ig Foto Agência EFE

você sabia?

Elites da AL mais antiamericanas do que o povo
Uma pesquisa do Instituto Zogby que será divulgada quinta-feira na Conferência das Américas do jornal Miami Herald mostra as elites de seis países do continente mais antiamericanas do que o povo, informou o colunista do jornal Andres Oppenheimer. A pesquisa ouviu autoridades, homens de negócios, jornalistas e universitários no México, na Colômbia, no Chile, na Venezuela, no Brasil e na Argentina. O Zogby constatou que 37% das elites, Brasil excluído, apontam a Espanha como melhor amigo de seu país, enquanto 12% selecionam os Estados Unidos e 10% escolhem o Brasil. Uma pesquisa de caráter geral feita em 2004 pelo Instituto Latinbarómetro, do Chile, encontrou 28% para os Estados Unidos, 10% para a Espanha e 3% para o Brasil. Mauro Malin. Em Cima da Mídia. Confira em :

setembro 27, 2005

mexendo os pauzinhos

"O Japão, decepcionado por não ter obtido recentemente um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU, deseja baixar sua contribuição ao orçamento das Nações Unidas, dizendo que a China e a Rússia devem pagar mais na entidade, anunciou nesta terça-feira o jornal japonês Sankei Shimbun. O Japão é atualmente o segundo contribuinte ao orçamento da ONU, atrás apenas dos Estados Unidos, com 19,5% da arrecadação da entidade.
As contribuições da China e da Rússia, ambos membros permanentes do Conselho, são respectivamente de 2,1% e 1,1%, destaca o jornal.
"É impossível explicar ao povo japonês o motivo de tamanha doação quando estamos privados de qualquer voz no Conselho de Segurança", frisou um diplomata do Ministério das Relações Exteriores, pedindo anonimato e citado pelo jornal. Tóquio fez campanha ao lado de Índia, Brasil e Alemanha para obter um assento permanente no Conselho de Segurança, em ocasião da cúpula das Nações Unidas. No entanto, a reivindicação deste grupo de quatro países fracassou por falta de apoio internacional, em particular devido à China ser hostil às ambições diplomáticas do velho adversário asiático".
'Bronco' obrigado pelas boas risadas que você nos proporcionou

notizie brevi

Armi, parte il confronto televisivo
27.09.05 - Da sabato, le tv brasiliane dedicheranno spazi al referendum del 23 ottobre sulla proibizione della vendita di armi da fuoco. Il fronte del si al disarmo `Por um Brasil Sem Armas` e quello del no `Pelo Direito da Legítima Defesa` avranno a disposizione 9 minuti giornalieri ciascuno.
Chiudi
http://musibrasil.net/
Desde que o futebol existe, o juiz é indivíduo mais xingado nos gramados. Logo ao entrar em campo, mesmo sendo honesto, muitos torcedores não têm pena e até sem saber o nome do cidadão, tratam logo de xingá-lo. "Ladrão" é o que mais se houve. Durante e após a partida então, os xingamentos triplicam. Edílson Pereira de Carvalho deve ter sido xingado de ladrão muitas vezes. E os torcedores tinham razão. Ele mesmo confessou. E OS QUE NÃO SÃO LADRÕES?
Já passou da hora da profissionalização da arbitragem. Fernando Graziani. NOOLHAR DO ESPORTE
INJUSTIÇA A diretoria do Corinthians cometeu uma das maiores injustiças que o futebol já viu. A demissão de Márcio do comando técnico da equipe não tem justificativa alguma. O treinador assumiu o time após a saída de Passarela, que havia perdido do São Paulo por 5 a 1. Ganhou 64% dos pontos, a confiança do elenco, deu força para jovens atletas e fez amizade com os mais "famosos", como Tevez, Roger e Gustavo Nery. O resultado foi ótimo, tanto que a equipe está na vice liderança da Série A. Como prêmio, a demissão. Não dá para entender tanta incompetência da diretoria. http://www.noolhar.com

memória

Diabo x Capeta: "... ACM acabou dizendo que Bornhausen ''roubava'' recursos do partido para proteger ''ladrões' ... "(Senador Antônio Carlos Magalhães, acusando o Presidente do seu Partido, Senador Jorge Bornhausem, de surrupiar recursos do PFL - Correio Braziliense, Política, 21.11.2003).
Só o petismo salvará o PT
O cadáver goza de boa saúde. Depois do anúncio fúnebre reiterado em manchetes, colunas, programas de auditório, editoriais e no horário nobre dos jornais televisivos, produzidos pela mídia mercantil, o PT mostra o vigor que a esquerda precisa para se reconstruir. 315 mil militantes do partido compareceram para votar no primeiro turno das eleições internas, na maior demonstração de força organizativa e política de um partido na história brasileira, em meio à mais furiosa campanha bushista da mídia, com caráter totalitário, contra o PT. Atacam o PT, não pelos erros que cometeu. Se valem destes erros – graves, que pedem punições exemplares pelos danos que permitem que a direita cometa contra o partido e contra toda a esquerda -, para tentar destruir a esquerda e, em primeiro lugar o PT, como principal força da esquerda brasileira. Atacam o PT com o rancor dos privilegiados, que temem pelos seus privilégios. Atacam, com a alegre adesão de jornalistas, colunistas, midiólogos, que adoram concordar com seus patrões, nos jornais, revistas e televisões, contando com a conivência de partidos que se pretendem de esquerda, mas só usam suas energias para atacar o PT.
Emir Sader. 'O PT morreu? Viva o PT!'. O MUNDO PELO AVESSO http://agenciacartamaior.uol.com.br
agenda
O deputado José Dirceu (PTSP) será ouvido hoje pelo Conselho de Ética da Câmara. Ao mesmo tempo, a Comissão de Sindicância deverá ouvir hoje seis deputados acusados pelas CPIs dos Correios e do Mensalão: os petistas João Paulo Cunha (SP), Professor Luizinho (SP), Paulo Rocha (PA) e José Mentor (SP), além do presidente do PP, Pedro Corrêa (PE) e de Vadão Gomes (PPSP). Eles terão a oportunidade de fazer sua defesa na comissão antes que o processo seja encaminhado ao Conselho de Ética.
Frase "Tucano, às vezes, é bicho esquisito. Assume até culpa que não tem para ser simpático com o interlocutor". Reinaldo Azevedo. primeiraleitura tenho que concordar!

PED: a voz da urnas

Eleições internas preservam maioria do grupo 'Campo Majoritário' Os resultados finais dos estados mostram a força que o Campo Majoritário detém em todo o país. Grupo ligado ao deputado José Dirceu (PT-SP), o Campo conquistou no primeiro turno a presidência estadual de 15 estados e concorre no segundo turno em outros 8. A corrente, que há 10 anos comanda o partido, conseguiu maioria no Diretório Nacional e é a favorita à presidência nacional, com o secretário-geral da legenda, Ricardo Berzoini. O grupo conquistou alguns dos maiores colégios eleitorais do PT, como em São Paulo, onde o candidato Paulo Frateschi venceu no primeiro turno, perdeu em outros importantes, como o Rio Grande do Sul, que elegeu Olívio Dutra no primeiro turno, e vai ter que disputar o Rio de Janeiro e em Minas Gerais. jbonline

liberdade?

Cindy Sheehan presa Uma das líderes do movimento antiguerra nos Estados Unidos, Cindy Sheehan, foi presa nesta segunda-feira durante uma manifestação do lado de fora da Casa Branca. Além de Sheehan, mãe de um soldado que morreu lutando no Iraque no ano passado, mais de 300 manifestantes foram detidos. Sheehan, que começou o seu protesto em agosto na frente do rancho do presidente George W. Bush em Crawford, no Texas, foi presa por realizar uma demonstração em uma zona de acesso restrito, sem permissão. Sheehan deu nova vida ao movimento antibelicista em agosto, quando acampou em frente à fazenda do presidente George W. Bush em Crawford, Texas (sul), para pedir uma entrevista. A manifestação desta segunda-feira se segue a um protesto antiguerra com 100 mil pessoas no sábado, também em Washington. O ato foi liderado por Sheehan e o parlamentar britânico George Galloway, que também se opõe ao envolvimento do seu país na guerra no Iraque. O porta-voz da Casa Branca, Scott McClellan, no entanto, minimizou a importância das demonstrações, dizendo que os manifestantes tinham o direito de se expressar, mas não mudariam a opinião do presidente.
naked protest at the Labour party conference
On Monday, members of the Pension Action Group protested by stripping off their clothes on Brighton beach to draw attention to their claims that they have had little help from the government after they lost most or all of their pensions when their company schemes failed.
Declining state pension In 1980 the Conservatives abolished the link between state pensions and earnings, and Labour has ruled out restoring it. As a result, the value of the basic state pension compared to average earnings is falling. Are the people who rely on the state pension condemned to live in relative poverty? BBC

setembro 26, 2005

sem papas na língua

Chávez "O presidente venezuelano, Hugo Chávez, sugeriu que as galinhas cubanas recebem melhor tratamento das autoridades que os negros na cidade de Nova Orleans, devastada e inundada pelo furacão Katrina. "Em Cuba, quando sabem que vai chegar um furacão, todos os frangos, galinhas e pessoas são evacuadas", disse Chávez em entrevista publicada neste domingo pelo jornal Washington Post e pela revista Newsweek". http://www.uai.com.br

tiroteio

referendo
"O direito à legítima defesa é a principal justificativa dos deputados da Frente Pró-armas para que a venda de armamentos e munições no País não seja proibida no referendo de 23 de outubro próximo. Entretanto, chama a atenção o fato de os principais cargos da bancada da bala serem ocupados por parlamentares que se elegeram, em 2002, justamente com a ajuda de fabricantes do setor. A indústria do armamento não ajudou apenas deputados da Frente a se elegerem, mais seis parlamentares que não integram o grupo receberam doações do setor. "Se for proibida a venda, o comércio negro será institucionalizado e vamos criar um monstro. Queremos levar essa informação para a sociedade, que fará seu juízo de valor" deputado Alberto Fraga (PMDB-DF),presidente da Frente. O deputado não vê irregularidades na doação feita por fabricantes de armas A disputa entre os deputados da bancada da bala e representantes contrários às vendas de armas no País já teve um round. Há algumas semanas, parlamentares da Frente Pró-armas acusaram a ONG Viva Rio, uma das principais instituições dessa natureza no Brasil e que é favorável ao Estatudo do Desarmamento, de defender interesses de outros países. A ONG é financiada, em grade parte, por organismos de outros continentes. O diretor-executivo da ONG, Rubem César Fernandes, rechaça as acusações e diz que as doações recebidas pela Viva Rio são transparentes. As duas frentes vão disputar o voto dos mais de 122 milhões de brasileiros que estão aptos a votar no referendo do próximo mês, segundo o último balanço divulgado pelo TSE.

notizie brevi

Deputati, mezzo si alle richieste
24.09.05 - Dopo un lungo iter completatosi ieri, in piena crisi politica, il governo ha deciso lo stanziamento di fondi per 500 milioni di real, a parziale copertura finanziaria di iniziative promosse da parlamentari della maggioranza e dell`opposizione, già approvate dall`assemblea legislativa.
western global: bang bang
"Mario Prata tem, assim, uma tarefa aparentemente tranqüila de rechear esta forma com seu texto. Esperemos que ele seja o elemento de subversão para fazer valer a repetição de tudo o que já se viu em novelas e filmes. O autor tem a oportunidade de, já que facilitada a formatação e a ambientação da trama, ousar na inteligência do texto e oferecer algo mais do que falas com duplo sentido para decotadas e descamisados, tão típicas deste horário. A escolha do elenco já aponta para possibilidades cômicas que o próprio autor adianta: "a proposta é fazer uma sátira do Brasil". Talvez haja espaço, sob esta perspectiva, para refletirmos sobre um modelo comportamental americanizado que herdamos como um passado que não tivemos. Nós não somos Waynes e Mastersons, somos Silvas e Sousas, nosso velho oeste ainda é um pantanal com alguns índios remanescentes e as winchesters e os colts que ainda são comercializados por aqui não estão nas mãos de cowboys bem intencionados".
Ouça: Country Brancos (Língua de Trapo:)
de Carlos Melo e Lizoel Costa
entrevista de Mario Prata sobre sua novela. Agência Carta Maior
Dirceu será ouvido no Conselho de Ética
O deputado será ouvido no Conselho de Ética nesta segunda-feira, às 14h30. Seu depoimento é fundamental para que o relator do processo, deputado Júlio Delgado tire as conclusões para pedir ou não a cassação do mandato de Dirceu. Quando Delgado apresentar o relatório, daqui a cerca de 10 dias, Dirceu pretende voltar ao Conselho de Ética e novamente fazer sua defesa. O deputado deverá apresentar provas que desqualifiquem as alegações usadas pelo PTB para requerer a abertura de processo por quebra de decoro parlamentar, seu argumento principal baseia-se na tentativa do ex-deputado Roberto Jefferson de retirar a acusação. Em sua defesa, Dirceu dirá ter consciência de que se trata de um julgamento político, decido à sua importância na criação e crescimento do PT, na eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e na formação do governo e reafirmará que sua imagem na opinião pública não é ‘a verdadeira’ , o que certamente poderá forçar o Congresso a um tipo de constrangimento em que pesará o voto por sua cassação. Contestará os que afirmam que há uma decisão da Comissão de Constituição e Justiça segundo a qual outros parlamentares foram julgados e perderam o mandato mesmo estando de licença. Dirceu citará alguns casos para dizer que o seu é diferente. Entre eles, o que envolveu o ex-deputado Hildebrando Pascoal (AC) - foi cassado principalmente por ter distribuído salvo-condutos para motoristas que não tinham o IPVA de seus veículos e por ter mentido ao afirmar que não era amigo de bandidos, o que foi confirmado depois. Por fim, Dirceu vai contestar integralmente os relatórios parciais da CPI dos Correios e a do Mensalão, assinados pelos deputados Ibrahim Abi-Ackel (PP-MG) e Osmar Serraglio (PMDB-PR), que o apontam como uma espécie de mentor de todo o esquema do mensalão. Pedirá provas de que praticou alguma coisa como deputado que possa ter quebrado o decoro. Ou, como ministro, algum ato de improvidade administrativa. Nessa sessão, também falará seu advogado José Luiz de Oliveira. Somente após ouvi-los é que o relator tornará público o seu voto. Se o Conselho decidir pela cassação do mandato de Dirceu, o processo segue para o plenário. Lá a votação é secreta. Dirceu perde o mandato e fica com os direitos políticos suspensos até fevereiro de 2015, caso pelo menos 257 deputados votem a favor da cassação. http://www.uai.com.br

Fala Dirceu

... "Folha - Mas o senhor não acha que é justamente por sua história, e pela história do PT, que existe a cobrança de que tivessem sido adotadas outras condutas? Dirceu - O problema não é a cobrança. O problema é, sem provas, dizer que eu sou o chefe do maior esquema de corrupção no país, que eu sou o chefe do "mensalão". Não há prova nenhuma. E não vai se provar porque não era verdade. Não havia "mensalão" para comprar votos. Eram acordos eleitorais. Não havia desvio de dinheiro público. ... Dirceu - A minha divergência é de foco e de prioridade. Eu sou favorável à estabilidade fiscal, monetária e ao combate à inflação. Mas estou convencido de que poderíamos ter destinado mais recursos para infra-estrutura, para o social. O ritmo e o peso foi cada vez maior no ajuste fiscal e monetário e cada vez menor na política de desenvolvimento. ... Folha - O senhor teve alguma decepção com alguém nesse episódio todo? Dirceu - Já passei por tanta coisa que não me surpreendo com nada em relação à natureza humana. Tenho tido solidariedades surpreendentes e decepções inomináveis. Pessoas que têm um papel comigo entre a sordidez e a covardia. Mas já vi coisa pior. Então relevo e vou para a frente. Por isso estou bem de saúde, apesar de estar vivendo o momento mais duro, talvez o mais difícil da minha vida. Não poderia acontecer coisa pior para mim. Porque eu investi toda a minha vida nisso. Não posso ser cassado por quebra de decoro. Fiquei 30 meses no governo e não tive um processo de ação popular. Minhas contas foram aprovadas com louvor pelo Tribunal de Contas. Sou homem público há 40 anos e agora, de um dia para o outro, virei bandido, virei chefe de quadrilha porque o Roberto Jefferson disse. Folha - O senhor não tem medo de ser cassado? O senhor tem 59 anos e só poderá voltar à vida pública quase aos 70. Dirceu - Eu fiquei dez anos na clandestinidade, fui banido do país, minha nacionalidade foi cassada. Recomecei quatro vezes. Folha - Mas o senhor era jovem. Dirceu - Que é isso! Estou jovem, me sinto forte". (entrevista exclusiva concedida à coounista Mônica Bérgamo da Folha de S. Paulo pelo deputado José Dirceu (PT-SP). seção Entrevistas. Blog do Noblat
dica "Resumam seus textos a 2/3 de uma página de Word (2.300 caracteres totais) ou uma tela de computador. A internet é uma espécie de ponto de ônibus da comunicação eletrônica. Para “ler em pé”, às pressas, de olho no coletivo que vem chegando. Os textos têm que ser, além de fáceis de entender, brevíssimos." ‘Como escrever na Internet’. Blog do Noblat. Seção Artigos.

setembro 25, 2005

Conferência: "Os armênios durante a queda do Império Otomano"
Centenas de nacionalistas turcos, cantando slogans e carregando bandeiras protestavam contra a controversa conferência sobre o massacre de armênios durante a I Guerra Mundial pelo Império Otomano. Foto: Left wing protesters demonstrate outside Bilgi University in Istanbul.
informações no endereço
'Armenian rebuke deals blow to Turks' EU ambition'
BBC
HAITI
20 de novembro, a data marcada para as eleições gerais e municipais que permitirão aos haitianos escolher um novo presidente e tentar algum caminho que leve o progresso para a nação mais pobre das Américas. ... Para garantir a realização das eleições, controlar a anarquia reinante e tornar menos penosas as condições de vida de cerca de 8 milhões de haitianos, 6.350 soldados, a maioria latino-americanos, patrulham as ruas da capital e das principais cidades do interior, onde reina o caos. ... Muitas ruas, sujas e com centenas de pessoas tentando vender algo na calçada, ainda mantêm nomes como Somoza ou Selassié, homenagem aos ex-ditadores da Nicarágua e da Etiópia feita por outro ex-ditador, o corrupto e brutal François Duvalier, que inventou a instituição do presidencialismo vitalício e hereditário. ... Como integrantes da missão de paz da ONU enviada em 2004, os soldados distribuem alimentos, água e roupas e fornecem assistência médico-dentária nos bairros mais pobres e perigosos de Porto Príncipe, como Bel-Air. ... Com patrulhas nas ruas, controles nos acessos às cidades, confisco de armas e ajuda social, a missão conseguiu desarticular grupos de delinquentes e melhorar a segurança, segundo relatos de militares ratificados por moradores da capital. ... A eleição de novembro, segundo diplomatas influentes em Porto Príncipe, permitirá que os candidatos meçam suas forças para então formar alianças no segundo turno. O registro de eleitores, num país onde se estima que 80 por cento da população nunca foi inscrita, já entregou documentos a 2,3 milhões de pessoas. O número final pode chegar a 4 milhões de eleitores. O novo presidente deve tomar posse em 7 de fevereiro. Enquanto isso, conforme o pleito se aproxima, cresce a esperança no país, ainda que sua triste história ensine os haitianos a não alimentarem grandes ilusões. "A população está agradecida pela ajuda que vem de fora. Estamos melhores. Mas não se pode saber se a violência surgirá de novo. Este é um país imprevisível", disse Amos Charles, jornalista da rádio local Métropole. Yahoo.br
Advogada chechena recebe prêmio de direitos humanos na Noruega A Fundação Thorolf Rafto para os Direitos Humanos homenageou Lida Yusupova por "seus bravos e incansáveis esforços para documentar violações dos direitos humanos e por agir como porta-voz das vítimas esquecidas da guerra na Chechênia". Yusupova, 44, dirige a entidade russa de direitos humanos Memorial em Grozny, capital da Chechênia. A fundação disse torcer para que o prêmio de 50 mil coroas (7.853 dólares) ajude a chamar novamente a atenção do mundo para o conflito da Chechênia, onde dezenas de milhares de pessoas morreram em uma década de violência entre os separatistas locais e as forças russas. O prêmio Rafto foi instituído em 1986 em memória de Thorolf Rafto (1922-86), um acadêmico norueguês que durante a Guerra Fria trabalhou pelos direitos humanos na Europa Oriental, à época comunista. Yusupova receberá o prêmio Rafto em Bergen, na Noruega, no dia 6 de novembro. O Prêmio Nobel da Paz de 2005 será anunciado em 7 de outubro em Oslo. Foto Denis Balibouse.

até quando?

Soldado britânico pula de tanque em chamas em Basra, Iraque. Foto: Atef Hassan yahoo br. galeria de fotos

até quando?

GAZA, 24 set (AFP) - Pelo menos 20 pessoas, entre elas oito mulheres e três crianças, morreram em um ataque aéreo israelense na madrugada deste domingo contra uma escola do Hamas no bairro de Sheikh Erdwan, no setor norte de Gaza, informaram fontes médicas e de segurança palestinas. O exército israelense confirmou que este ataque foi lançado contra uma escola do Hamas, "porque ela era utilizada como um posto de entrega de dinheiro aos terroristas e às suas famílias". Segundo uma porta-voz do exército israelense, dois outros ataques ocorreram: um contra um depósito de armamentos de ativistas palestinos do Comitê Popular de Resistência (PRC), no campo de refugiados de Jabaliya, no norte de Gaza, e outra contra os escritórios da Frente Popular de Libertação da Palestina (PFLP) na cidade de Beit Lahiya. Às 22H00 deste sábado (horário de Brasília), o número de ataques aéreos israelenses contra a Faixa de Gaza já chegava a doze num período de 24 horas.
Milhares de americanos protestaram contra a guerra no Iraque em frente a Casa Branca, em Washington http://ultimosegundo.ig.com.br/

em busca de justiça

Está na Hora de o PT Assumir a Defesa de Zé Dirceu O grande comparecimento de militantes petistas ao PED no último domingo, 18/09/2005, desmonta a tese construída e propagada pela imprensa de que PT e Zé Dirceu estavam mortos. Muito pelo contrário, o que se viu foi um comparecimento maciço às urnas, demonstrando que não só a mídia estava errada, mas também a cúpula petista que exigia a saída imediata de Zé Dirceu da chapa do Campo Majoritário, alegando que a sua permanência maculava o Partido e, conseqüentemente, afastaria a militância, que talvez nem comparecesse as urnas. O Zé não saiu, lutou bravamente e garantiu a sua permanência na chapa e nós, militantes, silenciosamente demos uma resposta não só à mídia, mas também àqueles companheiros petistas que assumindo, de forma oportunista, o discurso das elites tentaram se livrar do companheiro Zé Dirceu. Fomos às urnas, reafirmamos o nosso compromisso com o Partido e respaldamos a permanência de José Dirceu na chapa do CM com a força do nosso voto. Essa foi a demonstração de solidariedade e apoio dada por nós a José Dirceu, num recado claro para a cúpula petista de que é preciso assumir uma posição efetiva de defesa a José Dirceu. Nenhuma instituição abandona os seus antes de que a culpa seja provada. Se até hoje as investigações não acharam uma prova sequer que comprometa o Deputado José Dirceu, porque o PT não sai em sua defesa? Porque o Partido que nós ajudamos a construir abandona um dos seus à própria sorte? Fica difícil entender como um Partido que luta contra as injustiças, que tem como uma de suas bandeiras a defesa dos direitos humanos não aplica esses mesmos princípios em sua própria casa, com um dos seus filhos. Porque então nós, petistas, deveríamos continuar militando e defendendo um Partido que não se preocupa em defender os seus? Senhores dirigentes: por acaso já lhes ocorreu que se o Zé tivesse, realmente, saído da chapa como queriam, o resultado poderia ter sido outro? Já passou da hora de o PT assumir a defesa do Zé Dirceu, dos companheiros terem a dignidade de deixarem as questões pessoais de lado e fazer uma resolução de repúdio contra essa tentativa covarde de cassação do mandato de José Dirceu que a direita quer levar a cabo. Alguns nossos dirigentes declararam, na TV, que o Partido não tem compromissos com nomes, mas com o seu programa. Esqueceram-se, por certo, de que nosso programa foi construído por nomes, por gente; um Partido é uma agremiação de pessoas; é vida; é sangue pulsando nas veias e o nosso sempre representou um ideal, sempre foi mantido a custa de muita paixão da militância. Prova disso foi que nós, ao contrário da direção, não viramos as costas para o PT, como fizeram com o Zé Dirceu. No momento em que o PT atravessa a sua maior crise nós reafirmamos a confiança na instituição e no Zé Dirceu. E o CM só não ganhou a eleição no primeiro turno porque em vez de mobilizar a militância para o PED, perdeu tempo querendo arrancar o Zé Dirceu da chapa. Este PED deveria entrar para a História como o dia em que a militância do PT deu uma verdadeira lição de vida aos seus dirigentes e a sociedade; como o dia em que todos nós estendemos a nossa mão, não para bater, mas para afagar a consolidação da união em torno do PT e do Zé Dirceu. Como pode um ser tido como autoritário instituir um processo tão democrático como o PED? Como pode um ser autoritário garantir, no estatuto, a participação de todas as tendências? Como pode um autoritário garantir anos de unidade partidária, convivendo com todos os tipos de pensamento? Não é verdade que o Zé Dirceu não dava espaço para as correntes internas contrárias. Todos tinham o seu espaço. Só que, algumas pessoas confundem indisciplina com democracia. Está na hora de a chamada 'esquerda' petista (como se nós, os demais, fôssemos de direita) parar com este discurso que só serve à direita reacionária e assumir, de uma vez por todas, que todos somos de esquerda. Não é hora de estarmos preocupados com as vaidades pessoais, não é este o Partido que nós queremos. Quem irá confiar em dirigentes que constroem uma oratória calcada na ética e na retidão de caráter e, na prática, fazem o contrário?] Dirão que faz parte do jogo político, mas a política também deve ter ética e esses valores são construídos muito cedo no processo de formação de cada indivíduo, quem não é capaz de ter ética na política, nas relações pessoais, simplesmente não é ético. É preciso que saibam que não só a militância, mas também a sociedade está de olho nos dirigentes e parlamentares petistas que não usam o princípio da solidariedade e que não justificam a saudação de 'companheiro', nossa marca registrada. Cedo ou mais tarde, certamente, serão cobrados pela militância e até pela sociedade. E mais, a política e a sociedade são categorias dinâmicas e as posições de cada qual se tornam relativas no curso da História. Nada garante que os que hoje defendem o 'fora Zé' não venham a ter o bordão gritado contra si no futuro. Tenham dignidade e assumam a defesa do nosso companheiro. Pratiquem o que pregam nos discursos que fazem à massa; sigam o programa partidário que todos nós, juntos com o Zé, ajudamos a construir, pavimentado na união, na luta pela justiça, contra as desigualdades, pela ética, que não é tão somente não se apropriar das coisas materiais, mas é, também, não se apropriar dos sonhos alheios. Não roubem e não deixem que as elites conservadoras deste país roubem o sonho do Zé, que é o nosso sonho também. Construam os seus próprios caminhos, escrevam a sua própria História, não tentem escrever seus nomes por cima do nome do Zé. Não é assim que irão representar o PT, não é assim que estarão construindo o novo Brasil. belcrus

setembro 24, 2005

A POLÍCIA QUE O RIO CRIOU

"Estranho não é que a Polícia Militar do Rio de Janeiro se recuse a entrar em favelas para recuperar automóveis roubados e localizados através de sensores que falam com satélites. Surpreendente é que isso ainda espante alguém. ... A polícia que hoje não encara dono de morro para resgatar carro de madame aprendeu com a elite que negociar dá mais dinheiro. E quando dói é nas costas alheias. Há mais de uma década não só juventude dourada ou velhos viciados do Rio fazem acordos com traficantes. O prefeito e o governador também fazem. ... A cidade inteira sabe, mas disfarça. Até aplaude jogador de futebol que carrega o telefone do traficante na agenda do celular. Mas quando perde o automóvel põe a boca no mundo. No resto do tempo acha que favela é gueto, lugar de bandido, negro e pobre. ... Constrói-se nesse raciocínio o sucesso crescente das milícias, como se denominam os grupos que ganham terreno nas favelas. São matadores que encantam a classe média porque acredita-se que encarnem os mocinhos. ... Por aqui já chegaram à política, com boa votação em bairros de classe média alta, e seduzem o carioca por histórias como a do engenheiro R., morador do Itanhangá, área controlada por uma dessas quadrilhas. ... Há um par de anos R. voltava para casa ... quando alguns homens bloquearam-lhe o caminho. Ficou sem o Mercedes. ... Menos de 48 horas depois recebeu um telefonema. Uma voz de homem o informou que o automóvel estava no estacionamento do supermercado Freeway, na Barra, com chaves, documentos e talão de estacionamento no porta-luvas. Encontrou-o como indicado. E lavado. A vizinhança comemorou. Era obra da mineira, a milícia que há muitos anos controla o Rio das Pedras, favela vizinha de R. ... Nem quando, nos dias seguintes, quatro corpos foram encontrados em pontos próximos ao local do assalto questionou-se que aquele talvez não fosse o método mais apropriado de acabar com o crime. Ao contrário, a letalidade da mineira foi enaltecida como contraponto eficaz à inépcia da polícia. ... É o lugar mais seguro da cidade costumam dizer os moradores ... O solavanco por que passou o engenheiro foi o último de que se teve notícia na região. As favelas da área, como a mineira, crescem em ritmo acelerado sob as bênçãos da prefeitura e da polícia. O chefe da milícia, num acordo costurado pelo deputado Rodrigo Maia, ganhou apoio do prefeito e hoje tem voz e voto na Câmara de Vereadores. ... E quem são os destemidos milicianos? Na maioria, ex-policiais e apaniguados. Mas há também policiais da ativa. Os mesmos que, fardados, recusam-se a entrar em favela para combater traficantes ou resgatar automóvel roubado. Descobriram que roubada é entrar numa dessas em troca do salário, quando dá muito mais prestígio e dinheiro botar para quebrar em nome da milícia. Essa é a nova segurança que a classe média e a elite estão construindo na cidade. ... Talvez aí o Rio seja apresentado a um tipo de regime que Nova York conheceu nos anos 1940/50, quando em vários bairros todas as casas e lojas eram obrigadas a pagar taxa de proteção é só podiam contratar empregados indicados pelos grupos que dominavam cada área. O que está pintando é um amplo esboço disso e, ao que parece, estamos gostando".
Xico Vargas. No Mínimo.ibest
chama o Chapolim!

being poor

"Being poor is knowing how hard it is to stop being poor. "Being poor is seeing how few options you have. "Being poor is running in place. "Being poor is people wondering why you didn't leave". John Scalzi. Author, essayist and blogger http://www.scalzi.com/whatever/003704.html

Iraq?

Hurricane Rita AP Photo: A fire burns in downtown Galveston, Texas
com essa guerra Bush não contava

Memória II

O Jurisconsulto da República: "JOBIM ENSINOU COMO FAZER ... "Não façam um recurso", explicou Jobim. "Porque vai para o mesmo ministro. Pode ele negar e aí, já viu. Entrem com um agravo regimental e um mandado de segurança contra liminar, porque aí vem direto para mim", continuou, segundo relato de peemedebistas, Jobim orientou Temer a entregar os documentos na casa de um de seus assessores no TSE, no Lago Sul. Esse assessor faria, então, uma minuta de despacho para que Jobim assinasse em seguida. Às 5h, os peemedebistas chegaram à casa do assessor. Menos de uma hora depois, o despacho estava pronto. Jobim, garantia, assim, a convenção do partido pelo qual foi Deputado e Ministro da Justiça." (Jornal Correio Braziliense, 16.06.02).

memória I

“... Não faço lóbi. Sou contratado apenas para explicar às empresas como funciona o governo ....”(Eduardo Jorge Caldas Pereira, Ministro-Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, tesoureiro de companha da reeleição de FHC, frente ao Senado da República, tentando justificar suas atividades profissionais frente ás inúmeras acusações de lóbi – Jornal Folha de São Paulo, Revista Isto É, etc.).

frases

"STF que se submete debater a bunda de Gerald Thomas jamais será suprema corte" Celso Antônio Três
procurador da República em Tubarão (SC)

CPIs: resultados escassos e restritos

A propósito da nota: Cassação vira jogo de empurra no Blog do Noblat citando o Jornal do Brasil: "Nem o presidente do Conselho, Ricardo Izar (PTB-SP) e muito menos o corregedor da Casa, Ciro Nogueira (PP-PI) querem assumir responsabilidade pelo julgamento e indicação para cassação de seus pares." Interessante a leitura do artigo ‘CPIs e o controle da corrupção’ de Luiz Flávio Gomes, no endereço http://ultimainstancia.ig.com.br
Trechos selecionados:
"Não há dúvida que toda corrupção política deve ser rigorosamente investigada e que as CPIs poderiam cumprir um relevante serviço para a nação, passando-a a limpo. Sabe-se que as CPIs não podem fazer tudo, mas podem muita coisa. Desde logo, contam elas com todos os poderes investigativos do juiz (CF, art. 58, § 3º). Isso significa que tudo que o juiz pode determinar no curso de uma investigação as CPIs também podem. Ressalva deve ser feita em relação às reservas constitucionais de jurisdição. ... Fora disso, as CPIs contam com amplos poderes investigatórios e decisórios sobre o fato determinado que a originou. Se o direito vigente lhes confere tantos poderes, por que seus resultados têm sido tão escassos e restritos? Em primeiro lugar porque lhes falta muita competência técnica e jurídica. Seus integrantes fazem o que podem, dentro dos seus limites cognitivos, materiais, técnicos (investigativos) e jurídicos. ... Logo após as contundentes revelações do próprio Duda Mendonça de que recebeu dinheiro fora do Brasil em várias contas correntes, o que mais se ouviu, dentro das próprias CPIs, foi: somente a Polícia Federal e o Ministério Público é que terão condições de aprofundar essa investigação! Os incontáveis mandados de segurança deferidos pelo STF (Supremo Tribunal Federal) contra suas decisões, por falta de fundamentação adequada de medidas restritivas de direitos, revelam outro desconhecimento dessas Comissões: o técnico-jurídico. ... A forma encontrada pelas CPIs de compensação de seus déficits operacionais, materiais, técnicos etc., entretanto, não foi a melhor: em lugar de seguir o tempo da Justiça, seguem o tempo da mídia, que divulga tudo quanto está vendo ou ouvindo, em tempo real, ainda que seja uma tremenda inverdade. A espetacularização dos atos investigativos, que é fruto de uma conivência bem orquestrada entre a mídia e as CPIs, traduzem condenações públicas de pessoas sem o devido processo legal, invadem privacidades, aniquilam imagens e reputações etc.. A midiatização das investigações deveria ser devidamente disciplinada, prevendo-se grave responsabilidade civil e penal para os abusos. Aliás, a própria delação premiada, inclusive porque também está midiatizada, está merecendo urgente atenção. Sabe-se o quanto é destrutiva uma delação inverídica que, por sinal, não é tão incomum sobretudo quanto envolve o poder central. Os políticos contam com incontáveis e inconfessáveis razões para fazerem delações não verdadeiras. Daí o cuidado que deve ter a Justiça para a aceitação delas. De qualquer modo, é certo que esse “tempo da Justiça” (que conduz à prudência, equilíbrio etc.) não se corresponde em nada com o 'tempo da mídia'. As CPIs, na medida em que favorecem este último, em detrimento do primeiro, acabam por midiatizar sua própria investigação. Isso pode lhes render dividendos políticos (eleitoreiros), mas não é nada construtivo em termos de cidadania e dignidade".

tempos de malhação (outra novela)

... "O povo aqui tá danado, e quem disse que tão interessado em morte de Jesus Cristo? Estão nada! A grande sensação da Semana Santa foi o enforcamento do Judas. E não tinha só um, não. Tinha muitos. Eram os Judas brasileiros, os traidores do povo. Antes da 'malhação' o pessoal se reuniu pra debater as idéias, pois tinha uma parte que queria fazer a crucificação de Jesus Cristo, mas aí saiu uma voz muito sabida lá de trás e disse assim: "Se for ter crucificação não vai ter pau pra fazer tanta cruz, porque crucificado mesmo que nem Jesus é o povo brasileiro, e é todo dia do ano, não precisa de Semana Santa não". Aí outra pessoa falou: "Nesse caso é melhor fazer a malhação do Judas, porque os traidores brasileiros são mais poucos do que os crucificados. E aí nós aproveitamos pra mandar um recadinho também pra eles. "Outra pessoa lá pediu a palavra e disse assim: "É bom também a gente lembrar que se o povo brasileiro é igual Jesus Crucificado ele pode ressuscitar porque Jesus ressuscitou, agora o Judas não foi aproveitado nem a cinza, morreu lá com o inferno da sua consciência." Aí o pessoal se animou. Cada um que dava idéia de Judas. Minha amiga, saiu Judas de partido político até os maiorais lá de cima...Você sabe quais são. Num vou nem dizer os nomes, todo mundo já conhece os tais de cor e salteado". ... E que a luz perpétua os iluminem, Valdenira!" 29/03/2005 ZOANDO NA CAATINGA. A VOZ DE VALDENIRA cepac-ce

CÂMARA: Escolha sua manchete

GOVERNO E OPOSIÇÃO APOSTAM SUAS FICHAS EM ALDO E NONÔ Marcada para a próxima quarta-feira (28), a eleição do substituto de Severino Cavalcanti já concentra a atenção de todos os partidos na Câmara. Aldo Rebelo (PCdoB) e José Thomaz Nonô (PFL) devem travar duelo principal. Candidatura de Michel Temer (PMDB) perde força. Disputa promete ser equilibrada. Agência carta maior VALE TUDO PELO LUGAR DE SEVERINO ... O desfecho da eleição do próximo presidente da Câmara depende em larga medida do que Temer venha a fazer. A essa altura, para a biografia dele pegaria mal ser derrotado. Se concluir que será, abandonará o campo, mas não o jogo. Conservará o status de privilegiado eleitor. Ricardo Noblat A CÂMARA PÓS-JEFFERSON E PÓS-SEVERINO: MUDOU? ... a maioria não compreendeu a dureza da crise está na forma – pequena, mesquinha, paroquial – como está sendo discutida a sucessão de Severino. A eleição, que deverá ser feita nesta quarta-feira, exibe um clima de vale-tudo tão debochado quanto aquele que antecedeu a escolha do próprio Severino, em fevereiro passado." Primeira leitura citando a Revista Veja "VAMOS VENCER A OPOSIÇÃO", AFIRMA FONTANA Nesta Casa, construir um consenso não é tarefa fácil. Aqui tem muita guerra política, aqui é o centro da luta pelo poder. Temos que falar disso abertamente para toda a sociedade. Conversei muito com o deputado Aleluia e com os outros deputados do PFL e do PSDB durante todo esse processo. Mas, apesar de todo o meu esforço para a busca de um consenso institucional, que era o retorno do PT à Mesa por ser a maior bancada, senti que havia uma permanente tentativa de torpedear e impedir uma alternativa como essa". deputado Henrique Fontana (RS). Em entrevista coletiva www.pt.org.br

“Por primera vez podemos vernos con nuestros propios ojos”

¿A qué responde la creación de Telesur?
Es un proyecto estratégico porque es la única alternativa al mensaje monocorde, hegemónico, de pensamiento único. Es una vieja reivindicación, no sólo por la integración, sinó por la posibilidad que por primera vez en 513 años podamos vernos con nuestros propios ojos. Durante todo este lapso hemos estado entrenados para vernos con ojos ajenos, y no podemos hechar solo la culpa a los otros si no a nosotros, que nos hemos entrenado también para vernos con ojos ajenos. Nosotros en América Latina no podemos pensar en otro destino si no empezamos a pensar con nuestros propios ojos, si no podemos saber quiénes somos realmente, si no nos asumimos como somos; porque si no el futuro va a ser el que nos impongan ellos. Es un intento para conocernos. Los paises latinoamericanos no nos conocemos: conocemos hoy mas de Chechenia que lo que pasa en América Latina. Es, pues, un esfuerzo por reconocernos, es un esfuerzo por terminar con todas aquellas cosas que durante 513 años han sembrado ante nosotros para separarnos, dividirnos, dominarnos. Eso es lo que yo llamo proyecto político y estratégico, esto es Telesur. Entrevista a Aram Aharonian, director de Telesur (El pasado 24 de julio Telesur, una nueva televisora para todo Latinoamérica, empezó sus emisiones. Los gobiernos de Venezuela, Cuba, Uruguay y Argentina son los principales accionistas de este proyecto audiovisual. El uruguayo Aram Aharonian está a la cabeza de esta iniciativa, que assegura que tiene el compromiso de devolver la voz a los latinoamericanos y latinoamericanas, quienes hace 513 años que "estan afónicos".) rebelion.org

Direitos Humanos

Seleção de projetos O Brasil deu um passo significativo na luta contra a homofobia. A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República lançou um edital para que instituições públicas e organizações não-governamentais com atuação na área de direitos humanos enviem até o dia 7 de outubro projetos para a implantação de serviços de prevenção e combate à homofobia. A proposta é a implantação e manutenção de Centros de Referência em Direitos Humanos que contemplem o combate à discriminação e à violência contra o segmento de gays, lésbicas, travestis, transexuais e bissexuais (GLTB) para prestar serviços como assessoria jurídica e psico-social; orientação e encaminhamento de denúncias de discriminação e violência; e capacitação em direitos humanos. A SDH também estimula ainda a apresentação de projetos que ofereçam ao grupo GLTB serviços de mediação e conciliação de conflitos através de uma equipe multidisciplinar, constituída por profissionais, estagiários, lideranças GLTB e de movimentos sociais e militantes de direitos humanos, devidamente capacitados. Adital

A grande vitória da esquerda nas eleições alemãs

"As eleições na Alemanha acabaram numa confusão quase total e formar uma coligação governante será quase tão difícil quanto efectuar a quadratura do círculo, mas algumas coisas são claras. As políticas antisociais do principal partido governante, o Partido Social Democrata de Gerhard Schroeder, foram punidas severamente pelos eleitores irados. Mas assim também o grande partido da oposição, a União Democrata Cristã de Angela Merkel a qual, apesar do seu apoio às mesmas políticas penosas, havia contado com uma vitória fácil. Ambos obtiveram cerca de 35 por cento, baixas quase recordes. ... O factor que impediu a ambos os campos atravessarem a linha dos 50 por cento necessária para formar um governo estável foi o recém formado Partido da Esquerda, uma combinação do Partido do Socialismo Democrático (PDS), descendente mas muito diferente do antigo partido dirigente na República Democrática Alemã, e um jovem partido de Sociais Democratas desgostosos, militantes sindicalistas e variados grupos de extrema esquerda e organizações na Alemanha Ocidental, o WASG". por Victor Grossman. Jornalista e escritor americano residente há muitos anos em Berlim Leste.

notizie brevi

Calcio, passione e corruzione 24.09.05 - Il numero odierno della rivista Veja svela un supposto schema di corruzione nel calcio brasiliano. Il mondo delle scommesse clandestine avrebbe pilotato i risultati di alcuni incontri del campionato nazionale di quest`anno. Accuse all`arbitro Pereira de Carvalho, sotto esame 11 partite. Chiudi

trapalhadas never more?

Bush cancela viagem ao Texas para não atrapalhar resgates "O presidente Bush, ansioso para mostrar que está no comando da resposta federal ao Rita, cancelou de última hora uma viagem para o Texas na sexta-feira para evitar atrapalhar os preparativos de emergência para o furacão. Em vez de viajar para San Antonio, Bush seguiu para Colorado Springs, no Colorado, onde ele deve passar a noite na base da Força Aérea de Peterson.
... Ele queria garantir aos americanos que estava no comando da situação dessa vez. ... Confusões sobre a cadeia de comando acabaram atrasando a resposta das autoridades ao furacão Katrina, que matou mais de mil pessoas e deixou 1 milhão de desabrigados". Reuters http://newsbox.msn.com.br/
e quando deixará de nos atrapalhar?

contraste

Some Houston residents who ended up in a shelter tried without success to join the tens of thousands who evacuated the metropolitan area to avoid the arrival of Hurricane Rita.
Washington aguarda cem mil em manifestação contra guerra
Cem mil pacifistas são esperados neste fim de semana em Washington para uma megamanifestação contra a presença norte-americana no Iraque, prevista para ser realizada nas proximidades da Casa Branca. Lideram o movimento a ativista Cindy Sheehan, mãe de um soldado morto no país árabe, e a cantora Joan Baez, militante do pacifismo desde a época da Guerra do Vietnã. As últimas pesquisas de opinião pública mostram que é cada vez maior a rejeição da população à guerra no Iraque. Os norte-americanos também estão cada vez mais céticos quanto a um desfecho positivo do problema. Primeira leitura

why?

'Samantha Lewthwaite said her husband, Germaine Lindsay, was "an innocent, naive and simple man." Photo Credit: The Sun Via Reuters 23/09/05 19:06 ( Fonte: Reuters)

setembro 23, 2005

notizie brevi

Anche il Brasile scarica Kate Moss 23.09.05 - Dopo Burberry, Chanel e H&M, anche la multinazionale brasiliana delle pietre preziose H. Stern ha rescisso ieri il proprio contratto pubblicitario con la top model inglese. Le foto che la ritraggono mentre sniffa cocaina, apparse sul tabloid Daily Mirror, stanno facendo il giro del mondo. Chiudi http://musibrasil.net/

Noblat sabe das coisas

Confissões não autorizadas de José Dirceu Uma coisa é o que as figuras públicas dizem para ser publicado. Outra o que dizem em segredo para que os jornalistas publiquem sem que lhes atribuam. Outra ainda é o que só confessam a poucos interlocutores e unicamente para conhecimento deles. As informações mais interessantes e mais verdadeiras costumam ser essas últimas - e nós, jornalistas, quase nunca temos acesso a elas. Às vezes, só muito tempo depois. Um amigo e assessor de Lula de mais de 20 anos me contou outro dia um episódio que ajuda a entender a cabeça e o comportamento do seu chefe, digamos assim. Lula, o assessor e um grupo de amigos cubanos jogavam conversa fora no final dos anos 80 em um boteco de Havana. Lula estava atento ao que eles diziam, mas demonstrava impaciência quando a conversa se fixava em temas políticos. Lá para tantas, ele interveio e surpreendeu a todos com o que disse: - Sempre que na minha vida de líder sindical, e agora de político, tomei uma decisão influenciado pelas esquerdas, quebrei a cara. Mais ou menos com essas mesmas palavras Lula repetiu o comentário no ano passado durante reunião com um grupo de ministros. É por isso que o deputado José Dirceu (PT-SP) não se cansa de repetir aos poucos confidentes que tem: - Lula é um político conservador. Sempre foi. Mas seria o único meio que as esquerdas tinham de chegar ao poder ou de se aproximarem dele. Acabou decepcionando a todos. Dirceu acumula muitas queixas de Lula. Bate duro, por exemplo, na dificuldade de Lula de tomar uma decisão. "É um indeciso, sempre foi. Não comanda, é levado", observa. Quanto a isso, concorda o domicano Frei Beto: - Lula só decide sob pressão. Tem de pressioná-lo muito. Dirceu acha que Lula errou, e errou feio, ao dizer que foi traído. "Ele deveria ter defendido o governo dele dizendo que o governo não é corrupto, nunca foi", considera Dirceu. E acrescenta: - Ele foi traído por quem? Por mim? Por Delúbio? Todo mundo sabe que Delúbio sempre foi muito mais ligado a Lula do que a mim. É homem dele, não meu. O deputado é que se sente traído por Lula. E também pela cúpula do PT que o abandonou. Ele destaca o senador Aloisio Mercadante (PT-SP). "Esse sempre me deu trabalho, mas não imaginei que fosse capaz de me trair", afirma. Para os jornalistas, Dirceu insiste em repetir que não será cassado. Na intimidade, reconhece até com frieza que será cassado, sim - afinal, alguém terá de pagar a conta de toda essa lambança. E como ninguém quer cobrá-la de Lula, sobrará para ele, o ex-poderoso "capitão do time". Uma vez cassado, Dirceu já sabe o que fazer. Irá advogar. Ditará um livro de memórias para o escritor Fernando Moraes. E passará algum tempo morando nos Estados Unidos. Sim, nos Estados Unidos. Fez boas amizades por lá. Blog do Noblat

uns & outros

... "Quando se apresentou o relatório das duas CPIs apontando 18 nomes de parlamentares a serem eventualmente cassados, ficou clara a ausência do senador Eduardo Azeredo, nada menos que o presidente do principal partido da oposição, o PSDB. Note-se que, contra o senador, há provas materiais irrefutáveis de que, em 1998, ele se beneficiou de esquema de Marcos Valério, igual ao que foi usado por dirigentes e parlamentares do PT. Em compensação, o relatório incluiu o deputado José Dirceu, contra o qual há apenas acusações orais, e de figuras suspeitas. Na ocasião, a imprensa anotou o fato e reproduziu as explicações dadas pelos relatores. Desde então, a imprensa tem martelado os nomes, em geral com fotografias, dos 18 como réus comprovadamente culpados e que estão à espera da cassação certa e praticamente esqueceu que falta um réu na lista. Se a situação fosse outra e José Dirceu fosse o ausente da lista, é muito duvidoso que a falta fosse tão prontamente olvidada. O leitor precisa fazer um esforço de abstração dos vitupérios para poder perceber que se trata duma crise que envolve quase todo o mundo político, do qual o PT faz parte, mas não é o todo". Trecho do artigo do economista Paulo Singer. 'As razões do ódio'. Seção Artigos Blog do Noblat

'laranja-mecânica'

"A voz do senador Bornhausen - que é na verdade a voz do dono da voz, pois seu PFL não passa de uma mera laranja do PSDB - é criminosa com a história e com a dignidade do povo brasileiro. Não merece crédito nem respeito histórico. Em termos ancestrais, o PSDB e PFL significam 502 anos de espoliação e entreguismo do país e opressão e exclusão do povo brasileiro. Em termos mais factuais, o PSDB e o PFL representam a gênese do maior esquema de corrupção já montado no país e da desconstituição da coisa pública. Saquearam o patrimônio público com as privatizações bilionárias, compraram a reeleição do FHC e inventaram o valerioduto com o presidente nacional do PSDB, Eduardo Azeredo, comandando a maquinaria. Estranhamente, a voz do senador silencia diante destes fatos. O dono da voz e a grande mídia tratam o atual momento de crise como uma oportunidade de ouro, uma chance de aplacar o que de mais generoso e promissor a esquerda brasileira foi capaz de construir: o Partido dos Trabalhadores. Eles deliberadamente não nominam os petistas responsáveis e envolvidos em práticas deploráveis, mas repetidamente se referem ao governo "do PT" ou ao PT. É este símbolo, esta sigla e esta estrela que eles buscam destruir no imaginário do povo brasileiro. Sabem que construir uma experiência tão rica e extraordinária como o PT demanda décadas e gerações, por isso são científicos e semióticos nos ataques que fazem. A resposta que a militância do PT deu ao senador e ao verdadeiro dono da voz, foi esta magnífica demonstração de vitalidade e de pujança militante, de que mantém sua disposição de refundar o PT a partir de sua vocação original de um partido socialista, democrático e plebeu, cujos integrantes não são mimetizados pelos valores carcomidos e deploráveis da classe dominante brasileira. O PT tem de ter a humildade para reconhecer os erros cometidos por um corpo dirigente que além de incorrer em prática anti-éticas, o fez por tratar o PT como um partido igual aos demais, sem nitidez programática, compromisso de classe e visão estratégica dos desafios para mudar o país. Mas não podemos jamais aceitar que aqueles oligarcas que comprometeram as possibilidades de futuro do Brasil busquem cinicamente retomar a condução do país. Não voltarão!" Jeferson Miola ‘O dono da voz’. Agência Carta Maior Análise e Opinião http://agenciacartamaior.uol.com.br

20 anos de luta pela igualdade

Conselho Nacional dos Direitos da Mulher
Mulher e Ciência - Programa de incentivo à produção de pesquisas e estudos sobre as desigualdades de gênero. O programa abrange três tipos de incentivo: um edital de pesquisa, o Concurso Nacional de Redações e Trabalhos Científicos Monográficos e o Encontro Nacional de Núcleos e Grupos de Pesquisa sobre Questões de Gênero. O edital de pesquisa, lançado em 15 de agosto, prevê R$ 1,2 milhão para pesquisas sobre gênero. Inscrições até 17 de novembro Podem participar pesquisadores de ambos os sexos vinculados a instituições de ensino superior ou a institutos e centros de pesquisa e desenvolvimento, públicos ou privados, sem fins lucrativos. As inscrições podem ser feitas pela página da Internet www.cnpq.br/ serviços/editais Agência Brasil, www.radiobras.org.br fonte: Brasil de Fato
ilustração: tela de anita malfatti

help

Empresa especializada vai auxiliar investigações de CPIs
"Uma empresa internacional especializada em rastrear contas bancárias em paraísos fiscais vai auxiliar as investigações das três CPIs em andamento no Congresso: a dos Correios, do Mensalão e dos Bingos. A contratação foi autorizada ontem pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, atendendo a pedido do líder do PFL, senador José Agripino Maia (RN). A empresa, cujo nome não foi divulgado, vai concentrar os trabalhos nas contas suspeitas de terem movimentado dinheiro ilegal do PT no exterior. A primeira encomenda à empresa já está decidida: a conta identificada como Barret, no Merchant Bank, de Nova York. Por ela, teria passado o dinheiro de propina paga por empresas de ônibus de Santo André.” “A identificação dessa conta é um tiro certeiro, na mosca, que mostraria as origens da corrupção que culminou com o mensalão, aposta Agripino Maia". Primeira Leitura