setembro 11, 2005

imprensa e polícia

O advogado criminalista José Roberto Leal, defensor de Maluf, afirmou que a prisão de Flávio no heliporto foi feita para ser exibida pela televisão. "Foi uma prisão de humilhação. Se o Flávio foi para se entregar, não tinha sentido tudo isso", afirmou o advogado Leal." blog do noblat
Não tenho, obviamente, qualquer simpatia por Paulo Maluf e afins. ...Houve, sim, carnavalização na prisão de Flávio Maluf — cujo mérito não discuto. ...Ou Maluf é preso no Brasil para melhorar o Estado de Direito ou, então, não é. Prendê-lo para aviltar as instituições um pouquinho mais é um desserviço. Há um cheiro óbvio de exploração política no ar. Reinaldo Azevedo. primeira leitura
"a objetividade jornalística tem por princípio que a liberdade de expressão e de imprensa, própria de regimes democráticos, seja usada com responsabilidade, ética e honestidade". Éverton Miguel. Crítica ao desconstrucionismo da objetividade jornalística - Técnicas do Jornalismo. http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br

Nenhum comentário: