setembro 07, 2005

opinião

CORDÉIS DA MANIPULAÇÃO A guilhotina que se prepara em Brasília para cortar cabeças de deputados acusados de irregularidades ainda não conseguiu estabelecer a atuação real de cada implicado. Assim, fica difícil evitar a sensação de manipulação política nos relatórios que justificam os pedidos de cassação. Tem razão o deputado José Dirceu quando acusa estar sendo vítima de um ''fuzilamento político.'' Não pode ser acusado de violar o decoro parlamentar, pois só veio assumir o mandato agora. Antes exercia uma função executiva. Em segundo lugar, não há nenhuma ilicitude comprovada em sua gestão como Ministro da Casa Civil. Aliás, a opinião pública precisa saber (e isso não é divulgado) que não há nenhuma comprovação de aumento de patrimônio de membros do PT, ilicitamente. Ninguém roubou. Basta ver a situação de José Genoíno, que se não fosse a aposentadoria parlamentar requisitada agora não teria do que viver. Os erros desses dirigentes foram políticos, não de natureza moral. É preciso definir por qual tipo de crime serão julgados. Por Caixa 2? Se for, o julgamento está comprometido, pois dificilmente haverá um dos julgadores que não tenha cometido alguma maquilagem na prestação de suas contas à Justiça Eleitoral. Não têm moral para cassar colegas. Se for por corrupção, é preciso comprová-la. Os deputados do PT recebiam propinas para votar no governo? Não tem lógica. O que não pode é dois pesos e duas medidas: José Dirceu ser cassado, mesmo não estando exercendo mandato parlamentar, na época dos alegados fatos, e Eduardo Azeredo (presidente do PSDB), não ser incluído nas cassações sob a alegação de que não era parlamentar, mas governador. Não é interessante? Valdemar Menezes. Vai crescendo Brasil pátria amada – CONCIDADANIA http://www.noolhar.com

Nenhum comentário: