setembro 18, 2005

the opportunity: a vez e a voz de daniel dantas

O banqueiro Daniel Dantas, dono do Grupo Opportunity, controlador das empresas Telemig Celular, Amazônia Celular e Brasil Telecom fará seu depoimento na sessão conjunta das CPIs dos Correios e do Mensalão, na quarta-feira, às 10h. Dantas terá de explicar suas relações com as empresas de Marcos Valério e deverá ser questionado sobre a disputa que trava com os fundos de pensão de estatais pelo controle da Brasil Telecom. e mais
Uma reportagem da Folha no último dia 4 vai gerar muitas perguntas a Dantas em seu depoimento: ‘Cartas e um encontro de executivos do Citigroup com o ministro Antonio Palocci e mensagens do banqueiro Daniel Dantas para a instituição financeira americana indicam que os negócios dos fundos de pensão eram questão de governo para a gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva’. Conforme foi publicado, e-mails de Dantas para a ex-vice-presidente do Citibank Capital Venture, Mary Lynn Putney, revelaram a ingerência do Planalto sobre as três grandes fundações estatais de previdência - Previ, Petros e Funcef - todas presididas por petistas. Nas correspondências, de maio de 2003, anexadas por advogados de Dantas aos processos que correm na Justiça americana, o banqueiro conta como José Dirceu (na época o ministro da Casa Civil) e Cássio Casseb (o presidente do Banco do Brasil na época), foram escalados para pressioná-lo a deixar o controle da Brasil Telecom. Novas cartas apontam que Palocci (a quem Casseb estava subordinado) também participava das discussões sobre o acordo de acionistas da Brasil Telecom. Primeira leitura

Nenhum comentário: