setembro 13, 2005

Testemunhas de Dirceu

1 - Em seu depoimento no Conselho de Ética da Câmara, como testemunha de defesa no processo contra o deputado José Dirceu, o deputado Aldo Rebelo afirmou desconhecer que houvesse pagamento para parlamentares trocarem de partido. Segundo ele, a mobilidade partidária acontece em todos os governos. Para Rebelo, os deputados são motivados a mudar de partido devido à forma de atuação da oposição, à troca de legenda de alguns governadores e à importância adquirida por cada partido nos trabalhos da Câmara.
2 - O presidente do PSB, deputado Eduardo Campos disse em seu depoimento no Conselho de Ética considerar “muito difícil” que o deputado José Dirceu coordenasse o esquema de caixa 2 no PT. “As atribuições da Casa Civil são quase incompatíveis com a organização de um grande partido”, disse ele. Campos também negou ter tido conhecimento do mensalão antes que o deputado Roberto Jefferson fizesse as denúncias. Ele disse ainda que nunca encontrou com o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, ou com o ex-secretário-geral do partido Silvio Pereira enquanto freqüentou a Casa Civil, seja como líder de partido ou como ministro.

Nenhum comentário: