setembro 06, 2005

Tufão

Tufão Nabi chega ao Japão com ventos de 162 km/h O governo japonês criou um gabinete de emergência, ligado ao escritório do primeiro-ministro Junichiro Koizumi, para coordenar as ações de assistência à população afetada pelo tufão. O transporte aéreo, marítimo e terrestre foi suspenso nas províncias do sudoeste do Japão. Pelo menos 516 vôos foram cancelados. Em Miyazaki e Kagoshima, cerca de 16 mil pessoas foram retiradas de suas casas. Um número igual de habitantes foi informado de que, em breve, será levado para locais mais seguros. Na província de Kagoshima, no extremo sul da ilha de Kyushu, pelo menos 24 mil casas ficaram sem energia. Uai
Em New Orleans foi diferente:
"No era sino hasta al Día Tres que los comentaristas -relativamente pudientes- comenzaron a darse cuenta que decenas de miles de personas no habían podido huir, porque no tenían a donde ir, ni medios para desplazarse. Con poco dinero en efectivo a la mano, y carentes de vehículo propio, no les quedó más que permanecer allí y confiar a la suerte". Michael Parenti

Nenhum comentário: