janeiro 30, 2006

Manchete: Bebê de aproximadamente dois meses é jogado na Lagoa da Pampulha

Cantiga para não morrer

Quando você for se embora,

moça branca como a neve,

me leve.

Se acaso você não possa

me carregar pela mão,

menina branca de neve,

me leve no coração.

Se no coração não possa

por acaso me levar,

moça de sonho e de neve,

me leve no seu lembrar.

E se aí também não possa

por tanta coisa que leve

já viva em seu pensamento,

menina branca de neve,

me leve no esquecimento.

ferreira gullar fonte: Portal Uai & Foto: Último Segundo

janeiro 28, 2006

vi gostei recomendo

Marcos Marinho (o 2º da esq. p/dir.), ator, produtor e agitador cultural, é mineiro de Juiz de Fora, onde mantém e sacode o Espaço Cultural Mezcla, onde, entre outras mil atividades, com a Cooperativa Teatro de Nosotros está encenando a peça "Os Idiotas", de Carlos Liscano, autor uruguaio, espetáculo que integra a "Campanha de Popularização do Teatro e da Dança", em cartaz até o dia 30, e que, em março, participará do conceituadíssimo Festival de Teatro de Curitiba.

Dois andarilhos caminham juntos há tempos. Podem ser irmãos, amigos, amantes, pai e filho, atores interpretando.

Um espetáculo cheio do lirismo e do humor dos palhaços.

Foto e texto do

Pirata Zine - 2 anos de Cultura e Humor

Idéias, Ideais e Plás por Pirata Z

diariopz@yahoo.com.br

janeiro 27, 2006

em defesa do consumidor: eu mesma

e-mail p/ Gradiente

-----Mensagem original----- Enviada em: quarta-feira, 25 de janeiro de 2006 20:20 Para: Sac Gradiente

meu HT Grad HTS-150DC/DVD PRAT (08246691) adquirido em loja em 11/06/2004 apresenta o defeito de travar e congelar a imagem; a assistência técnica disse que há necessidade de substituir a peça, é cara, sugeriu comprar outro aparelho. Estou chateada porque confiei na Marca e não tenho grana para comprar outro aparelho.

A TV LG que comprei junto com o HT está perfeita.

Tenho microondas, geladeira, TV, computador, minisistem e até relógio comprado em Camelô há mais de 20 anos e não tive problemas até hoje. Por quê justamente meu HT que custei a comprar pagando em 'cash' deu problema?

Garantia de um ano ... e pifa antes de completar 2 anos ...

pensem num meio de trocar a peça sem onerar meu bolso que anda vazio desde os tempos do FHC ...

espero retorno

d'aguinaga

artista plástica

PS a página na internet de vocês precisa de uma melhorada, a gente clicka e não abre ...então prá quê os links se não funcionam?

Resposta da empresa:

Sra. Deise,

A Gradiente concede garantia a esse produto pelo prazo de 365 dias contados a partir data de emissão da Nota Fiscal. Após este período, o Serviço Autorizado posicionará o cliente sobre os valores dos serviços prestados Nossa rede credenciada passa por treinamentos constantes e está apta à solucionar o ocorrido em seu equipamento. Atenciosamente, Silvana - Equipe Fale Conosco CSC- Central de Satisfação do Cliente tel 11 2168-2828 fax 2168-2930 Gradiente Eletrônica S.A. www.gradiente.com

parece resposta automática, a Gradiente não entendeu nada ...

Camelô é mais 'marketeiro'

janeiro 25, 2006

reminiscências

MERCEDES E EU

Eu, quando crescer, quero ser uma multinacional.

As multinacionais, também, um dia foram pequenas mas foram adotadas ou acolhidas, algumas em seus países de origem, outras pelo poderoso Tio Sam.

Com alimentação adequada, proteção e outros incentivos puderam prosperar e hoje são famosas.

Cresceram tanto que se multiplicaram pelo mundo, ficaram tão importantes, que os governos nacionais que as acolheram mais parecem seus súditos, pois as multinacionais dão até palpites nas políticas públicas; são capazes de eleger Presidentes, Ministros e o próprio Parlamento.

Hoje, as multinacionais escolhem os países onde instalarão suas novas unidades, e para muitos deles isto parece uma salvação para suas combalidas economias.

Eu sou um menor (micro) abandonado em meu país, ainda não tive acolhida e adoção. Os incentivos para crescer em meu país são quase nenhum, pelo contrário, as barreiras são imensas.

Eu morro de inveja quando uma multinacional instala em meu país uma nova unidade. Fico admirada com a “paparicagem”.

Alguns Estados chegam a brigar para ter o ‘privilégio’ de ter uma multi em seu território. Parece haver um leilão de vantagens; até a legislação é alterada para oferecer às multis as melhores condições de instalação e funcionamento.

Eu digo para os meus amigos que somos órfãos abandonados e alienígenas em nosso país. Alguns se organizam em Cooperativas mas não crescem.

Acho que para crescer, vou ter de abandonar meu país, como muitos cidadãos estão fazendo; estão emigrando em busca de oportunidades que aqui não há.

Acontece que, pelas histórias que ouço sobre estes emigrantes, a acolhida lá fora não é tão calorosa quanto à dispensada aqui aos estrangeiros que chegam.

A maioria “dá um duro”, como pessoa física, em tarefas que aqui muitos teriam vergonha de exercer; mas a diferença é o salário. Acho que é uma ilusão para estas pessoas.

Outras, da classe média empobrecida no Brasil, com melhor qualificação profissional, conseguem até montar um ‘pequeno negócio’, mas são poucas.

Mas, em situação pior mesmo estão os clandestinos, despidos de qualquer dignidade e cidadania.

Falando em clandestinos, temos aqui os nossos ‘micro-empresários’ que integram a chamada “economia informal”. São tantos que nem a Estatística consegue contá-los; a maioria vende o que não produz, isto é, vende produtos importados, produzidos por outros em outros paises. Acho que se houvesse chance, todos iriam “se formalizar”, para ter ‘status’, é muito bacana ser chamado de empresário. Empresário é notícia, é recebido pelo Presidente, tem carro importado, tem avião particular.

Sei que tem empresário brasileiro que quase ficou multinacional, bem que o Governo daqui deu um empurrãozinho.

Empresário brasileiro internacional tem bastante, muitos com apartamento em Paris e conta bancária na Suiça.

O meu sonho mesmo é ser uma multinacional.

Tá difícil, mas um dia eu vou ter um produto meu na casa da Mercedes.

s/data

janeiro 21, 2006

2006 - ano Mozart

Wolfgang Amadeus Mozart nasceu Johannes Chrysostomus Wolfgang Gottlieb Mozart, no dia 27 de janeiro de 1756, em Salzburgo, Áustria. Ouvintes de música clássica, visitem Allegro - Guia online do ouvinte de música clássica http://www.allegrobr.com

janeiro 17, 2006

um recado...

s/título

Amo-te loucamente

tal a fruta anseia pelo sol que a fará maturar,

anseio o teu calor.

Quero o roçar dos teus cabelos no meu peito,

sentir-te ofegante.

Abraçar-te como a raiz

enlaçada num tronco visto na floresta.

Dançar para ti os sete véus.

Sugar o teu suor gota por gota.

Guiar as tuas mãos pelo meu corpo

arrancando os meus tremores.

Sentir em meu ventre o jorrar de tua seiva

para fecundar-me e gerar vida,

gerar sementes como a fruta madura.

(26.05.??)

janeiro 10, 2006

o rumo da prosa

cansei de acompanhar o noticiário politico cansei de catar notícias estou com preguiça de escrever não tenho preguiça de ler li o João Ubaldo: os Budas Ditosos. O máximo! estou lendo 'Sun Tzu e a arte da guerra moderna' de Mark McNeilly, para entender 'A arte da guerra de Sun Tzu'. Ainda não tenho opinião formada ... passei por uma perda recente: meu pai faleceu dia 14 de dezembro resolvi mudar o Rumo da prosa da Caixa Preta: vai uma poesia sem data, deve ter sido escrita há anos-luz, em homenagem aos visitantes e aos leitores do blog

Maria Pedra

Maria na pedra estava

Sentada na laje, um dia

E Maria lá cismava

E Maria então dizia: pedra fria, pedra fria.

Maria em pedra fria,

Transformou seu coração.

O coração de Maria

É sem amante e sem paixão.

A paixão que outrora ardia,

Dentro de seu coração,

Hoje é para Maria,

A laje da solidão

s/data

janeiro 01, 2006

prognóstico

Notícias de 2006: annus mirabilis

Mario Sergio Conti

2 de janeiro Depois da bomba na rua 25 de Março, o terrorismo volta a atacar no Brasil: a Fração Pára Com Isso, Pô! do Movimento Bruna Surfistinha Nunca Mais (FPCIP-MBSNM) incendeia e faz pichações na casa do marido da prostituta, em São Paulo, com as palavras “Corno manso”, seguidas de um grotesco desenho de um homem com chifres. O governador Geraldo Alckmin reza dois rosários ajoelhado no milho. O presidente Lula acusa a Al Qaeda de estar por trás do atentado.

***

2 de fevereiro O presidente americano George W. Bush desembarca em São Paulo para prestar solidariedade à prostituta-blogueira. Seu recado aos terroristas é firme: “Bruna Surfistinha sim, Osama Bin Laden não”. O presidente americano indaga a Alckmin: “Por que a cidade cheira tão mal?” O governador explica que o problema é o rio Tietê, que extravasa de seu leito com as chuvas de verão e, conforme diz, “espalha merda por tudo quanto é canto”.

***

4 de fevereiro Fugindo do fedor e das enchentes paulistanas, Bush viaja ao Rio de Janeiro, pega dengue e é seqüestrado com a ex-ministra Benedita da Silva durante um culto evangélico no Morro do Chapéu. Rosinha Garotinho responsabiliza José Serra pela epidemia de dengue.

***

5 de fevereiro Serra polemiza com Rosinha. “Não sou mais ministro da Saúde, sua burra”, argumenta. “Burra é a sua mãe”, retruca a governadora. Frente à presença maciça da imprensa internacional, Lula pede moderação a Serra e Rosinha. “Até minha mãe, que não era burra, nasceu analfabeta”, pondera.

***

6 de fevereiro A FPCIP-MBSNM revindica a autoria do seqüestro. Diz que só libertará Bush e Benedita se Bruna Surfistinha for deportada para o Paraguai. Lula cede às pressões do vice-presidente Dick Cheney e garante: “Por mais escrota que seja, não deportarei puta nenhuma, ainda mais para o Paraguai”.

***

12 de fevereiro A Companhia Docas divulga nota oficial comunicando a compra do Partido dos Trabalhadores. A firma do empresário Nelson Tanure adquiriu a agremiação partidária pelo valor da sua dívida junto ao publicitário Marcos Valério, 100 milhões de reais, a ser saldada em 240 prestações anuais. A dívida será paga com assinaturas do “Jornal do Brasil”, passagens da ponte-aérea da Varig, camisetas da Coteminas e com o volumoso encalhe do livro “A esperança destroçada”.

***

13 de fevereiro Enormes passeatas de protesto em Assunção reivindicam a concessão de asilo a Bruna Surfistinha.

***

15 de fevereiro Homer Simpson ganha o processo que moveu contra o apresentador William Bonner, junto à Corte Internacional de Crimes de Guerra, em Haia, na Holanda, por “apropriação indébita de personalidade”. Ele adquire o direito de editar e apresentar o Jornal Nacional durante quatro meses. “Vamos fazer o telejornal imaginando que o público é formado por pessoas como William Bonner”, diz Simpson na sua primeira reunião com a equipe do Jornal Nacional.

***

17 de fevereiro O presidente Lula se manifesta a favor da venda do PT. “É preciso reafundar o partido”, diz.

***

28 de fevereiro George W. Bush e Benedita da Silva reaparecem (ele fantasiado de odalisca; ela, de Bento 16) no Baile da Terça-feira Gorda da boate Le Boy. O presidente diz não lembrar o que lhe aconteceu. “Deve ser a dengue”, diz. Já Benedita informa que, em solidariedade a Bush, também perdeu a memória, e foi ao baile do Le Boy para apresentar o presidente americano à sua amiga Vera Fischer. Antonio Pitanga prega a deportação de Benedita para o Paraguai.

***

1 de março Gilberto Gil é nomeado ministro da Cultura da França.

***

2 de março Passeatas colossais em Assunção demandam a interdição da entrada de Benedita no país. Lula ameaça invadir o Paraguai.

***

15 de março Heloísa Helena e Jorge Bornhausen negam, na tribuna do Senado, que mantenham um caso amoroso clandestino, como vinham insinuando diversos colunistas sociais. “Vamos acabar com a raça desses petistas maledicentes”, diz o pefelista. “Marcamos o casamento para maio, o mês das noivas”, completa a psolista. Os noivos prometem casar na Catedral de Brasília, vestindo camisetas brancas e superfaturadas da Coteminas, e convidam o deputado Babá e o senador ACM para padrinhos.

***

22 de março Roberto Mangabeira Unger confirma o nome do seu candidato a vice nas eleições para a presidência da República: o parajornalista Diogo Mainardi. A única exigência de Mainardi para aceitar a indicação foi, em caso de vitória, a sua nomeação para a direção da Casa da Moeda. “Quero roubar com tranqüilidade”, justifica o paraescritor.

***

30 de março Mario Lobo Zagalo ganha a parada na Comissão Técnica: a seleção estreará na Copa do Mundo na Alemanha com treze atacantes.

***

2 de abril Não aceitando que Paulo Marinho passe a exercer a função de tesoureiro do PT, Delúbio Soares trava na Justiça a compra do partido por Nelson Tanure.

***

14 de abril Terminam as CPIs dos Bingos, dos Correios e do Fim do Mundo. O relatório conjunto atesta que “foi tudo um mal entendido”. Delúbio Soares volta à tesouraria do PT e José Genoíno retoma a presidência do partido.

***

18 de abril O ex-presidente José Sarney anuncia sua adesão ao MMM, o Movimento Mangabeira-Mainardi. A chapa perde dezessete pontos nas pesquisas eleitorais.

***

30 de maio O Congresso aprova, por unanimidade, a proposta de emenda constitucional conhecida pelo nome de “Mary Jane Corner”, de autoria do deputado Professor Luizinho (PT-SP,) impedindo o uso em bordéis de celulares que tiram fotos.

***

10 de maio Os meios políticos, a imprensa escrita, falada, televisada, os quartéis, a ONU, o Kremlin, o Vaticano, o blog de Bruna Surfistinha e as Senhoras de Santana se agitam com a revelação bombástica feita pelo ex-ministro José Dirceu no seu livro com o jornalista Fernando Morais: “Fui cassado pelo meu passado, pelo que represento para a esquerda”, sustenta o ex-deputado no livro.

***

14 de maio A CBF anuncia em Frankfurt, na Alemanha, a venda da seleção nacional para a Companhia Docas, do empresário Nelson Tanure, que nomeia o escritor infantil Ziraldo capitão do time.

***

18 de maio Num comício em São Luiz, no Maranhão, Lula diz que será candidato a vice-presidente da República na chapa liderada por Rosinha Garotinho. “Depois do Evo Morales, esse negócio de ser presidente perdeu a graça”, justifica.

***

22 de maio Sacramentado o Acordo de Pedregulho, segundo o qual Orestes Quercia transfere seu título eleitoral de São Paulo para o Amapá, e José Sarney do Amapá para o Maranhão.

***

30 de maio Numa conturbada entrevista coletiva, Paula Lavigne anuncia que o humorista Tutty Vasques fará o papel-título na sua nova superprodução cinematográfica, “2 Filhos de Francisco Parte 2: o Neto”. O ex-marido da empresária, Caetano Veloso, interrompe a entrevista revirando os olhinhos e gritando para Paula Lavigne: “Tire suas mãos do homem que eu amo!”

***

3 de junho Mangabeira Unger promete a expulsão de Bruna Surfistinha e Benedita da Silva para o Kuait. Diogo Mainardi defende que as duas tomem o lugar dele e de Magabeira na propaganda eleitoral na televisão. “O Brasil merece”, diz.

***

15 de junho A seleção brasileira é desclassificada da Copa na Alemanha devido a sua insistência em entrar em campo com treze jogadores. “Se ao menos dois dos treze não estivessem no ataque, daria para ter dado um jeitinho”, lamenta João Havelange.

***

17 de junho O Congresso aprova medida, proposta pelo senador Eduardo Suplicy, tornando obrigatório o uso de Caixa 2 pelos partidos políticos.

***

29 de junho Saddam Hussein é considerado inocente de crimes contra a humanidade pelo tribunal que o julgou em Bagdá, no Iraque.

***

9 de julho Em editorial na revista “CartaCapital”, Mino Carta saúda o lançamento da chapa Rosinha-Lula na disputa pelo Planalto, tendo Ciro Gomes como marqueteiro. “É o primeiro movimento popular no Brasil desde que Orestes Quercia concorreu à Presidência”, escreve o diretor da publicação.

***

10 de julho A Petrobrás, a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, a Varig, o PMDB de Orestes Quercia, a Daslu, a Coteminas e a Igreja Universal do Reino de Deus anunciam a criação de um pool publicitário: doravante, todos os anúncios das empresas serão veiculados exclusivamente em “CartaCapital”. “É uma vitória da imprensa independente contra a elite brasileira”, festeja Mino Carta num editorial.

***

20 de julho O Jornal Nacional apresentado por Homer Simpson bate recordes de audiência no seu primeiro mês no ar. “Os brasileiros são mais Bonner do que eu pensava”, filosofa Homer.

***

15 de agosto O ex-ministro José Dirceu volta de um curso de inglês de seis meses em Harvard com um sotaque idêntico ao de Mangabeira Unger, só que em vez de baiano, caipira.

***

24 de agosto José Serra abandona a prefeitura de São Paulo para concorrer à presidência do Palmeiras. “Ele vai afundar o time”, ataca Rosinha Garotinho.

***

1 de setembro Estoura o escândalo para acabar com todos os escândalos: Heloísa Helena puxa da peixeira e capa Jorge Bornhausen aos pés do altar da Catedral de Brasília, segundos depois do cardeal D. Paulo Evaristo Arns dizer “quem tiver algo a dizer contra esse casamento fale agora ou cale-se para sempre”, e do ex-presidente José Sarney gritar, do fundo do templo: “O noivo perdeu a virgindade comigo!” Sarney toma a peixeira de Heloisa Helena e comete haraquiri. A chapa Mangabeira-Mainardi sobe 43 pontos nas pesquisas eleitorais.

***

5 de setembro Ao volante de sua BMW blindada, Caetano Veloso atropela e estraçalha a patinete do humorista Tutty Vasques. O cantor baiano é preso em flagrante e deportado para o Paraguai pelo prefeito Cesar Maia, que lhe empresta a sua própria camisa-de-força para que ele viaje do Rio a Assunção.

***

7 de setembro A candidatura da aliança PMDB-PT desaba nas pesquisas depois que Rosinha declara, referindo-se a Lula, que “a função do vice é dormir com a candidata a presidente”. Patricia Pilar rompe com Ciro Gomes e se refugia em Harvard com Anthony Garotinho.

***

9 de setembro Apoiado pela Mancha Verde, Fernando Henrique Cardoso lança sua candidatura à presidência do Palmeiras e classifica Serra de “neobobo”.

***

10 de setembro O ex-ministro José Dirceu, o jornalista Fernando Morais e o mago Paulo Coelho anunciam que escreverão, a seis mãos, a comédia musical “À beira do Lago Sul eu Sentei num Havana Aceso e Chorei”.

***

11 de setembro O Congresso aprova, por unaminidade, a reconcessão do mandato legislativo a José Dirceu, “à condição de que ele pare imediatamente de se dedicar à literatura memoralística e às comédias musicais”.

***

12 de setembro O presidente Lula elastece o benefício a Dirceu: “Se o Zé parar de dar entrevistas, chamo ele de volta para o Ministério”, promete.

***

13 de setembro O presidente do Supremo Tribunal Federal, Nelson Jobim, promete anistia ampla, geral e irrestrita a José Dirceu “se ele voltar ao Congresso, ao governo e, portanto, à clandestinidade”.

***

14 de setembro Dizendo-se sensibilizado, José Dirceu aceita as oferendas do Legislativo, do Executivo e do Judiciário. “Só vou compor uma écloga e depois volto a lutar em silêncio por tudo o que represento”, diz.

***

17 de setembro Serra denuncia a ingerência do governo fluminense em favor de Fernando Henrique Cardoso nas eleições no Palmeiras.

***

1 de outubro O Conselho de Segurança da ONU aprova por unanimidade a resolução 2469, impedindo a fusão do blog de Bruna Surfistinha com o de Cesar Maia. “É muita safadeza junto”, sustenta a resolução.

***

2 de outubro A sede da ONU, em Nova York, amanhece com uma gigantesca pichação na fachada: “Nelson Tanure vem aí”.

***

9 de outubro A Justiça Eleitoral cassa o registro eleitoral de Geraldo Alckmin à presidência devido à comprovação de que a Opus Dei trocava votos no tucano por picolés de chuchu no sertão nordestino.

***

13 de outubro José Sarney ressuscita e anuncia sua candidatura ao governo Maranhão.

***

17 de outubro José Serra perde as eleições para a presidência do Palmeiras. “Bem feito”, diz Rosinha Garotinha. “Vivemos um novo Renascimento”, comemora FHC.

***

30 de outubro Realizam-se as primeiras eleições livres e diretas da para Grão-Vizir da República do Iraque. George W. Bush discursa num porta-aviões ao lado de Benedita da Silva, tendo ao fundo a faixa “Missão Cumprida”. Ele renuncia no fim do dia, com a notícia de que Saddam Husseim, cujo nome não constava nas cédulas, foi o mais votado.

***

15 de novembro Mangabeira Unger é eleito presidente da República e, em conseqüência, é expulso do corpo docente de Harvard. De quebra, Harvard também expulsa Patrícia Pilar e Anthony Garotinho de seu corpo discente.

***

18 de novembro O “New York Times” sustenta que a ex-governadora fluminense Benedita da Silva passou duas noites na ala residencial da Casa Branca em oububro. “O presidente e a pastora rezavam”, informa o porta-voz de Bush.

***

20 de novembro William Bonner retorna à bancada do Jornal Nacional e a audiência do telejornal desce para 4 pontos negativos. “Jamais vi isso, ainda mais em país tropical”, diz Carlos Augusto Montenegro, presidente do Ibope.

***

22 de novembro A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulga mudanças nas regras do prêmio Oscar, de maneira a que Tutty Vasques possa concorrer ao prêmio de melhor ator, devido ao seu desempenho (“másculo, bem-dotado e excitante, sobretudo na cena da suruba na sauna gay”, segundo resenha assinada por Mario Sabino em reportagem de capa da revista “Veja”) no filme “2 Filhos de Francisco Parte 2: o Neto”.

***

24 de novembro Fernando Henrique Cardoso anuncia no Parque Antarctica a venda do Palmeiras para a Coteminas. A filósofa Marilena Chauí denuncia a “conspiração da direita”.

***

28 de novembro Alegando que a Constituição exige que o presidente da República fale inglês, Nelson Jobim, o presidente do Supremo Tribunal Federal, impugna a posse de Mangabeira Unger.

***

32 de novembro O Vaticano reconhece como milagrosa a ressureição de José Sarney.

***

33 de novembro A fachada da basílica de São Pedro, em Roma, aparece pichada com os dizeres “Nelson Tanure vem aí”.

***

10 de dezembro O parapresidente eleito Diogo Mainardi diz que não promoverá a tão prometida devassa do governo anterior, “desde que Lula aceite trabalhar para mim como churrasqueiro na Granja do Torto”.

***

11 de dezembro Os governadores de São Paulo (Paulo Maluf), Rio (Anthony Garotinho), Minas (Newton Cardoso), Maranhão (Orestes Quercia) e do Amapá (José Sarney) aprovam a iniciativa de Mainardi em tornar Lula churrasqueiro-emérito.

***

12 de dezembro Tendo como convidados de honra Osama Bin Laden, Nelson Tanure, Amazonino Mendes, Kim Jong Il, Zelia Cardoso de Melo, Fidel Castro, Delubio Soares, Bento 16, José Sarney e Bernardo Cabral, Saddam Hussein toma posse como grão-vizir do Iraque. No discurso inaugural, Sadan promete invadir todos os países que tiverem armas de destruição em massa, “a começar pelo Brasil, onde vive José Dirceu”.

***

13 de dezembro O mercado entra em polvorosa com os boatos de que Antonio Palocci será mantido à frente do ministério da Fazenda. O parapresidente eleito convoca uma cadeia nacional de TV e rádio e, vestido com uniforme militar, anuncia a nomeação de Roberto Jefferson como ministro plenipotenciário da nova pasta de Assuntos Econômicos e Canto Lírico. Explosão de alegria nas bolsas de São Paulo e do Rio.

***

20 de dezembro Em reportagem de capa, a revista “CartaCapital” festeja a outorga pela Petrobrás, a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, a Varig, o PMDB de Orestes Quercia, a Daslu, a Coteminas e pela Igreja Universal do Reino de Deus do prêmio Menor Jornalista do Brasil a Mino Carta. “Ele é uma gracinha”, diz a apresentadora Hebe Camargo ao fazer a entrega do trofeuzinho.

***

25 de dezembro George W. Bush avisa, num carioquês castiço, que viajará ao Brasil para “levar um lero com a Benê” e aproveitará para assistir à posse de Mainardi.

***

28 de dezembro Bento 16 se engasga com um caroço de jaca que lhe foi presenteada por José Sarney e tem morte fulminante.

***

29 de dezembro Um conclave extraordinário elege o novo papa, José Sarney, que adota o nome de Ribamar I e transfere a Santa Sé para a Fundação José Sarney, na Ilha do Curupu, no litoral maranhense.

***

30 de dezembro O papa Ribamar I anuncia a venda do antigo Estado do Vaticano, em Roma, para Nelson Tanure.

***

31 de dezembro Lula aceita a proposta de Diogo Mainardi. O Brasil entra em 2007 reconciliado consigo mesmo.

01.01.2006

msconti@nominimo.ibest.com.br

copyright 2002, nominimo.com.br