março 26, 2006

Imperio demente?

EEUU OCUPA EL PRIMER LUGAR MUNDIAL EN CANTIDAD DE ENFERMOS MENTALES

*46 por ciento de los norteamericanos 135 millones sufrirá un serio desorden mental en 2005

*Uno de cada cuatro adultos manifiesta síntomas de algún trastorno mental cada año

*casi la mitad sufren problemas mentales a lo largo de toda su vida

*uno de cada seis soldados norteamericanos tiene síntomas de aguda ansiedad, fuerte depresión o desorden de estrés postraumático

Ver toda la información

leitura recomendada:

Governo invisível
... Os analistas políticos da grande imprensa conhecem a resposta. Amedrontados pela veemência dos fatos, avessos ao debate construtivo, optam por fingir que o governo foi triturado antes da posse, ruiu sob as sabotagens do Legislativo, virou pó com os ataques da mídia e agora simplesmente deixou de existir. Gostariam também que o eleitorado sumisse, mas felizmente esse sonho autoritário não é possível. Ainda. ... por Gulherme Scalzilli

eleições 2006:

só depende de nós!

eleições 2006:

A escolha é sua!

março 24, 2006

bateu asas e voou

Estou 1/2 triste e 1/2 alegre. Minha hóspede bateu asas e voou. Suas companheiras vieram buscá-la.
Liberdade!

março 21, 2006

DESENGANO

Oh! Não me fales de glória,
Não me fales de esperança, Eu bem sei que são mentiras Que se dissipam, criança! Assim como a luz profliga As sombras da imensidade, O tempo desfaz em cinzas Os sonhos da mocidade. Tudo descora e se apaga É esta do mundo a lei, Desde a choça do mendigo Até os passos do rei! A poesia é um sopro A ciência uma ilusão, Ambas tateiam nas trevas A luz procurando em vão. Caminham loucas, sem rumo, Na senda que à dor conduz E vão cair soluçando Aos pés da sangrenta cruz!

Oh! Não me fales da glória, Não me fales da esperança, Eu bem sei que são mentiras Que se dissipam, criança! Que me importa um nome impresso No templo da humanidade E as coroas do poeta, E o selo de eternidade? Se para escrever os cantos Que a multidão admira, É mister quebrar as penas De minh'alma que suspira! Se nos desertos da vida, Romeiro da maldição, Tenho de andar sem descanso Como o Hebreu da tradição! Buscar das selvas o abrigo A sombra que a paz aninha, E ouvir a selva bradar-me: Caminha! - dizer-me o monte Caminha! - dizer-me o prado Oh! mais não posso! - Caminha! Responder-me o descampado

Ah! Não me fales de glória, Não me fales de esperança, Eu bem sei que são mentiras Que se dissipam, criança!

Fagundes Varela imagem

março 11, 2006

apareceu em minha varanda

Aratinga Leucophthalmus - Jandaia do pescoço pintado

OU

Aratinga leucophthalma (Statius Muller, 1776) - periquitão-maracanã

Visitei inúmeras páginas na Internet para decidir quem é meu(minha) novo(a) hóspede, esqueci de copiar os endereços para citar as fontes das fotos

jandaia ou periquito maracanã?

O importante é que está bem feliz em seu novo habitat: come, assovia, dá gargalhadas e deixa coçar a cabeça. E por se tratar de um psitacideo e por desconhecer seu sexo, vou chamá-lo Psit (comum aos dois gêneros) e em homenagem ao Didi Mocó: ô Psit...