outubro 29, 2006

cenário

Notícias econômicas para o presidente eleito

“O vencedor vai pegar uma fase de crescimento mundial moderadamente menor, e custo de capital mais alto. Será, ainda, um cenário externo melhor do que a média histórica, pois o juro real subiu pouco, com alta bem menor que em outra época. A desaceleração do crescimento percebida está mais concentrada na economia americana”.

...

“O Brasil, provavelmente, deverá acelerar sua taxa de crescimento. Até onde irá é difícil dizer. Em nossa história, jamais vivemos um período extenso e continuado, no qual a taxa de crescimento tenha sido, por exemplo, de 5%. De qualquer modo é possível prever um índice positivo maior do que em 2006. Talvez o país alcance 3,7% a 4%, algo nada espetacular, mas ainda viável”.

Marcelo Cypriano, economista sênior da área de Mercado de Capitais do Banco Itaú em Entrevista ao Via Política

Nenhum comentário: