janeiro 14, 2007

mínimas

Rombo estadual

Doze dias depois do fim do longo mandato de Alkcmin/Lembo, o choque de gestão tucano em São Paulo revela-se em forma de cratera. Vitrine da campanha presidencial do PSDB, a obra do metrô teve o seu quarto desabamento grave. Detesto usar metáfora, essa figura que sofre abusos e massacres do síndico do meu prédio ao presidente da República, mas esse buraco é imperdível como imagem e semelhança da situação em que Serra herdou a máquina. “E dito isto”, como diziam os editoriais do Estadão, “acreditamos ter dito tudo”. Xico Sá

Um desastre lava o outro

Do jeito que os governadores do Sudeste estão se dando bem, a lama química de MG que chegou ao RJ pode ser desviada para cratera em SP. Tutty Vasques

imagem © Tribuna da Imprensa/RJ

Nenhum comentário: