janeiro 18, 2012

a tragédia do Costa Concordia


Uma foto belamente triste: 




O capitão, detido por ordem do Ministério Público ante a possibilidade de fuga, é acusado de homicídio culposo múltiplo, naufrágio e abandono da nave, e cumpre prisão domiciliar
Eu estou longe de defender e muito menos acusar o Comandante do navio acidentado, porém uma investigação ‘isenta’ deve anteceder qualquer julgamento.
O presidente da companhia Costa Crociere, Pier Luigi Foschi, afirma que a empresa tem a obrigação de prestar assistência jurídica ao comandante, destacando que existem “testemunhas confiáveis” de que permaneceu no navio.
Frases:
Oficial da guarda costeira: “Capitão, isto é uma ordem, estou no comando agora”.
Capitão Francesco Schettino (em ligação telefônica para sua mãe): "Mamãe, houve uma tragédia. Mas fique calma. Eu tentei salvar os passageiros. Mas por enquanto, eu não vou poder te telefonar”.
Bruno Leporatti (advogado do Comandante): (após a colisão, ele) "fez uma manobra brilhante e soube conservar a lucidez necessária para fazer o navio encalhar perto da costa, salvando a vida de muitas pessoas".

Imagino o estresse tanto do Comandante quanto do Oficial da Guarda Costeira italiana diante da tragédia.

Minha solidariedade a todos os envolvidos no acidente.


foto: Veja

Nenhum comentário: