setembro 05, 2015

PORTO DA SALVAÇÃO um Cordel


Caída num enrascada
Cujo final não se vê
A nossa Dilma emBolada
Dá as caras na TV.
Ora toma uma medida
Ora ela volta atrás
Num imbróglio está metida
A teimosa contumaz.
Pulou do barco seu Vice
Embora fosse o ‘Imediato’
No meio do ‘disse-não disse’
Da operação Lava-jato.
Com a Base desarrumada
Como a tal Oposição
Dona Dilma é pressionada
A responder à Nação.
Como tapar o buraco
Em que ela nos meteu?
Nem Lula quer dar ‘pitaco’
No rumo que ela escolheu.
Dom Joaquim na Economia
Muito sapo engoliu
Já se mandou pra Turquia
Onde refúgio pediu.
Nosso Gigante acordado
Padece de um pesadelo
O sonho que foi sonhado
Não passava de modelo.
Mas nem tudo está perdido,
Na praia não morreremos
Sem depender de Partido
A um porto chegaremos.
E não é Porto Seguro
Como o que Cabral chegou
Tampouco Porto Maduro
Onde o vizinho afundou.
Será o porto das flores
Com bandeiras coloridas
Onde não há senhores
Apenas os salva-vidas!





Nenhum comentário: